terça-feira, 27 de abril de 2010

O jogador Neymar é dizimista fiel


Em entrevista publicada pelo jornal Estadão nesta segunda-feira, 26 o jogador e estrela do Santos Futebol Clube, Neymar falou um pouco de sua história, início da carreira e religiosidade. Na reportagem assinada pela repórter Debora Bergamasco o atleta brincou ao lembrar seus primeiros salários como jogador profissional chegando aos números atuais que, recebendo do clube da baixada mais seus patrocínios, podem chegar até R$ 400 mil. Garante, porém, que 10% é da Igreja.

Desde pequeno, Neymar é frequentador da Igreja Batista Peniel, de São Vicente. O pai e empresário do jogador, que também se chama Neymar, conta ainda que a cada jogo, Neymar (Júnior) entrava em campo sempre com sua faixa com os dizeres ‘Jesus’ na cabeça. O adorno não pôde mais ser utilizado no futebol profissional.

“O primeiro salarinho dele (Neymar) foi R$ 450. Fizemos esse primeiro contratinho dele no Santos e minha mulher pegava os R$ 45 e dava para igreja todo mês. OK, ainda sobravam uns R$ 400 para pagar as contas. Daí ele passou a ganhar R$ 800. Tá bom, doa R$ 80… Só que Deus começa a te provar, né? Pegamos R$ 400 mil. Caramba, meu, como vamos ‘dizimar’ R$ 40 mil? É um carro! Cara, mas daí você pensa que Deus foi fiel. Pum, dá R$ 40 mil! Mas daí vieram ‘catapatapum’ reais. Meu Deus, não quero nem saber, ‘dizima’ logo isso! (risos). É… Deus te prova no pouco e no muito”, conta o pai do atleta.

Para proteger o filho de companhias oportunistas e de impulsos consumistas, quem administra o dinheiro do craque é o pai. Ele diz deixar apenas R$ 5 mil na conta do moço – valor bem inferior ao salário, que hoje beira os R$ 150 mil mensais. “E cinco mil ainda acho muito, porque o Juninho não precisa comprar nada. Tem contrato com a Nike, ganha roupas, tudo. Parece um polvo, tem mais de 50 pares de sapatos.”

Rompeu o namoro de cinco meses com uma garota de 16 anos, do Guarujá. Seu pai bem que tenta aconselhar as namoradas do filho: “Para ser mulher de atleta, tem que fazer vista grossa. Homem apronta, mas quando a ficha cai, ele volta. Veja o Robinho, ele sossegou”.

Neymar diz que não quer saber de se apaixonar. “Agora não. Quero curtir a vida”, avisa, esparramando-se no sofá. Entrelaçando as pernas em uma almofada, dá dica para fugir das maria-chuteiras: “Você tá quietinho e elas é que vêm para cima. A gente tenta dar umas cortadas, mas é complicado.” como encontrar a pessoa certa para namorar: “Tem que ser esperto, primeiro conhecer, ver de onde ela vem, no que está interessada, se ela gosta mesmo de você. Daí você investe.”

“E pensar que o Juninho quase morreu”, emociona-se a mãe. “Ele tinha quatro meses e estava no carro comigo e com meu marido quando sofremos um acidente. Ele estava deitadinho atrás e, quando batemos, rolou para debaixo do meu banco. Mas Deus estava no controle e ele só cortou a testa. Meu marido ficou três meses na cama.”

Fonte: Estadão / Gospel+

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Saúde do Pr. Jabes



No começo deste mês foi decidido em Assembléia Geral que o pr. Jabes de Alencar se ausentaria da presidência da AD Bom Retiro para realizar um tratamento médico nos Estados Unidos durante três meses. Para exercer o cargo foi definido que seu filho, Dayan Alencar, assumiria sob mentoria de Silas Malafaia. Porém ontem, em entrevista ao site Galileu, Dayan revelou o real motivo do afastamento.

Ao contrário do que foi noticiado, o pr. Jabes não está com problemas de saúde. “Ele, graças a Deus, não tem nada no coração, nada no cérebro e nada do que estão falando. O pr. Jabes está bem. Ele tem stress agudo e cansaço. Quando eu assumi essa posição e vi cada área da vida do pr. Jabes eu pensei que é fisicamente e humanamente impossível tomar conta de tudo”, disse Dayan.

Sobre o seu afastamento temporário da presidência, Dayan explicou que Jabes tinha necessidade de descansar e que pediu ao pai que fizesse isso. “Ele vai se desligar por algum tempo com o objetivo de descansar. O tratamento médico dele é descansar. Enquanto isso nós vamos tomar conta do ministério Bom Retiro. A condição que eu impus para assumir é que o pr. Silas Malafaia estivesse me mentoriando e ajudando na parte administrativa da igreja”.

Atualmente o pr. Jabes está em Dallas na casa da filha, que cursa teologia. Porém o pastor não deve ficar em tempo integral nos Estados Unidos. A cada 15 dias ele deve voltar ao Brasil para visitar a AD Bom Retiro.

“Ele vai ficar nessa transição até que ele se sinta bem e que os médicos diagnostiquem que os perigos de um problema de saúde estejam zerados. Ele vai estar nas Santas Ceias, nos congressos e eventos. Sem dúvida vai estar com a gente o tempo todo”, falou Dayan.

Porém Dayan não revelou quando Jabes deve voltar e assumir suas funções novamente.
Fonte: Gospel+
Com informações de Galileo

segunda-feira, 12 de abril de 2010

A Igreja na TV por assinatura


O PL 29/2007, que altera as regras de TV por assinatura e cria uma política de fomento para o conteúdo nacional, continua um foco constante de polêmicas. A mais recente crise em torno da proposta partiu de um argumento colocado pela Sky, que teria procurado a bancada evangélica da Câmara dos Deputados, uma das de maior peso nas negociações parlamentares, e ponderado que, se aprovado o regime de cotas previsto no PL 29, os canais religiosos corriam o risco de ser retirados de sua programação.

O argumento já havia sido colocado em outros momentos, por vários players. Ao longo desses três anos de tramitação, executivos das TVs pagas mais de uma vez citaram a exclusão de canais como um “efeito colateral” do regime de cotas para o fomento do conteúdo nacional. A tese é simples: se for preciso abrir espaço a mais canais nacionais, o espaço dos canais religiosos será reduzido.
A diferença é que, desta vez, o apelo surtiu efeito. Deputados da bancada evangélica recorreram ao relator do projeto na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB/RJ), mostrando sua preocupação com a possível exclusão dos canais. E Cunha, que também é evangélico, sensibilizou-se imediatamente.
Vale notar que alguns desses canais religiosos (assim como alguns canais de televenda) inclusive pagam para ser distribuídos na TV paga, e as operadoras os incluem nos pacotes como “cortesia” ao assinante, deixando claro que eles podem sair sem aviso prévio.

Mudança no conceito

A partir daí, o deputado-relator começou a considerar a hipótese de incluir os programas religiosos no conceito de “conteúdo qualificado”, entendendo assim que isso poderia blindar a retirada dos canais, pois este conteúdo poderia ser considerado no cálculo das cotas nacionais. Na proposta em análise, o conteúdo qualificado (onde se aplicam as cotas de fomento) é toda a produção audiovisual com perfil de dramaturgia, excluindo os programas de auditório, conteúdos jornalísticos e religiosos.

Ironicamente, o entendimento dos relatores que sucederam Cunha é que a exclusão desses conteúdos do conceito de “qualificado” servia justamente para protegê-los do cumprimento das cotas. A ideia agora seria o relator Eduardo Cunha suprimir as exceções do conceito, incluindo permanentemente os programas religiosos como “qualificados”.O assunto, no entanto, ainda não está concluído. O relator ainda não apresentou a nova emenda alterando o conceito e há dúvidas na Câmara dos Deputados se essa alteração não pode ser considerada “de mérito”, o que não é permitido na CCJ. Nessa comissão, só podem ser feitas mudanças na estrutura do texto caso fique comprovado que a proposta, como está, é inconstitucional ou ilegal.
Articulações Segundo fontes parlamentares, o tema ainda está sendo discutido e um acordo não está descartado. A confusão em torno dos canais religiosos se confunde com outra polêmica nascida na CCJ. Cunha apresentou quatro emendas saneadoras, que suprimem parágrafos das disposições finais e transitórias do projeto, mais especificamente retirando o regime especial de transição das licenças do Serviço Especial de TV por Assinatura (TVA).

Essa exclusão proposta pelo relator desagradou vários grupos de mídia que detém essas licenças, valorizadas nos últimos tempos por conta da digitalização da TV aberta. Anatel e Ministério das Comunicações estudam adaptar as TVAs para permitir a veiculação de TV móvel em equipamentos portáteis. A Anatel chegou a aprovar a adaptação das antigas concessões de TVA para novas autorizações há duas semanas, como uma espécie de “ato de boa fé” para que a transição especial fosse mantida no PL 29. Mas, até o momento, o parecer de Cunha permanece sem alterações, ou seja, com as quatro exclusões propostas.

As pressões em torno do projeto envolvem também a possibilidade de apresentação de um recurso para que a proposta passe por votação em Plenário. Essa estratégia é considerada como um “golpe de morte” no PL 29, já que, envolto em polêmicas, a aprovação rápida do projeto pelo pleno é praticamente impossível. A mesma empresa que procurou os deputados da bancada evangélica estaria articulando o recolhimento das assinaturas necessárias para a apresentação do recurso, segundo interlocutores.

Assim, se a polêmica em torno dos canais religiosos não for superada, a bancada evangélica pode tornar-se um bom alicerce para um futuro envio do PL 29 para o Plenário.
Fonte: Teça Viva / Gospel+
Via: Notícias Cristãs

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Chuvas fortes em Niterói e no Rio



È na dor que se percebe a solidariedade. Igrejas do Rio de Janeiro e Niterói estão em ação para ajudar às vítimas das fortes chuvas que caíram no dia 06 de abril. Até o fechamento desta matéria, 120 pessoas morreram por conta do temporal que parou a cidade, o mais forte desde 1966.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB) afirmou que a chuva foi a maior já registrada na cidade. Em menos de 24 horas, foram 288 milímetros de precipitação (cada milímetro equivale a um litro de água por metro quadrado). Em 1966, choveu 245 milímetros em 24 horas –na ocasião, a chuva histórica destruiu a cidade.

O presidente Lula falou sobre o momento: “Que Deus mande a chuva para o sertão e o sol para o Rio de Janeiro para melhorar a nossa vida e a do povo do Rio”.

Até o momento foram registradas 39 vítimas no Rio de Janeiro, 49 em Niterói, 11 em São Gonçalo, uma em Nilópolis, uma em Paracambi e uma em Petrópolis.
Adriana Vieira, responsável pelo departamento de ação social da Primeira Igreja Batista de Niterói, região metropolitana do Rio, diz que a comunidade está se mobilizando em prol das vítimas do Morro da Boa Vista, próximo ao templo. Desde a noite desta terça-feira, dia 06, o local está recebendo doações de roupas, alimentos e kit agasalho. “ Muitas doações estão vindo de membros e vizinhos a igreja”, conta. Segundo Vieira, as doações estão “Muita gente perdeu tudo, inclusive parte da igreja sofreu com as enchentes. Estamos de plantão”, frisou. A Força Jovem Brasil, ligada a Igreja Universal do Reino de Deus, enviou equipes que vão passar por todos os pontos mais atingidos do Rio. Eles pretendem manter comunicação com a sede da igreja e vão informar as principais necessidades dos desabrigados.

Parecer do Gospel+
O escritório do Gospel+ que fica no Rio de Janeiro, e alimenta a área de notícias, foi assolado pelas tempestades inconstantes. Até o momento da publicação desta notícia o local se encontrava sem luz e internet. Há registros de equipamentos queimados devido a picos de luz, além de funcionários ilhados ou encharcados. A filha de um ano do diretor de conteúdo, após se machucar, precisava ser levada ao hospital, o que não aconteceu devido as ruas estarem alagadas e fechadas.
O estado é de calamidade pública, o caos esta instaurado nas ruas devido ao fato de ninguém ter passado por algo semelhante antes. O Gospel+ pede oração a todos que estão sofrendo com essa fúria da natureza. Só Deus nesse momento.

Nossa Opinião
A Igreja do Senhor se levanta nestes momentos dificeis em solidariedade e muita oração, mas fugindo da promoção pessoal ou denominacional para que o nome do Senhor Jesus seja mais uma vez exaltado.

Graça e Paz
Pr. Moabi Brito

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Pesquisa aponta se os brasileiros acreditam em Deus ou em Darwin




Um de cada quatro brasileiros acredita em algo parecido com história de Adão e Eva. Para eles, o homem foi criado por Deus há menos de 10 mil anos. Esse dado consta da primeira pesquisa Datafolha que investigou as convicções da população sobre a origem e o desenvolvimento da espécie humana.

A maioria das pessoas crê em Deus e Darwin. Para 59%, o ser humano é o resultado de milhões de anos de evolução, mas em processo guiado por um ente supremo. Apenas 8% consideram que a evolução ocorre sem interferência divina.

A crença em Adão e Eva despenca à medida que aumentam renda e escolaridade. Quando se acrescentam dinheiro e instrução, a proporção dos darwinistas puros mais do que dobra do menor para o maior estrato. Entre os que acatam a evolução sob gerência divina, o aumento é mais modesto: fica entre 15% (renda) e 20% (escolaridade).

O Datafolha ouviu 4.158 pessoas com mais de 16 anos. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.

Os 25% de criacionistas da Terra jovem (que atribuem menos de 10 mil anos a nosso planeta de 4,6 bilhões de anos) surpreendem porque o fundamentalismo bíblico, em que as Escrituras são interpretadas literalmente, não faz parte das tradições religiosas do Brasil.

A Igreja Católica, ainda a mais influente no país, jamais condenou a evolução. Pelo contrário até, o Vaticano vem já há algumas décadas flertando discretamente com o autor de “Origem das Espécies”.

Em 1950, o papa Pio 12, na encíclica “Humani generis”, classificou o darwinismo como “hipótese séria” e afirmou que a igreja não deveria rejeitá-la, embora tenha advertido para o mau uso que os comunistas poderiam fazer dessa teoria. Em 1996 foi a vez de João Paulo 2º declarar que a evolução era “mais do que uma hipótese”.

Também entre evangélicos, a literalidade do Gênesis, o livro da Bíblia que relata a criação do mundo e do homem, está longe de unânime. Na verdade, só algumas poucas denominações como adventistas e Testemunhas de Jeová pregam abertamente contra a evolução.

Boa parte das demais se limita a apontar “problemas” no neodarwinismo, tentando reservar algum espaço para Deus, que pode ter papel mais ou menos ativo. Ele pode ser desde o demiurgo, que se limitou a criar o mundo com todas as suas leis (incluindo a seleção natural), e retirou-se até o “Deus ex machina” que interfere o tempo todo, projetando bichos, atendendo a preces etc.

Em tese, qualquer uma dessas posições se encaixa na afirmação de que Deus e evolução atuam juntos. Ela funciona como um guarda-sol que abriga desde católicos estritos a deístas, passando por entusiastas do “design inteligente”, que nada mais é do que criacionismo com pretensões científicas.

Teologia intuitiva
Como os adeptos de religiões que defendem a literalidade do Gênesis não chegam nem perto de 25% da população, é forçoso reconhecer que a boa parte das pessoas que abraçaram a hipótese de Adão e Eva o fez seguindo suas próprias intuições, sem prestar muita atenção ao que afirmam suas respectivas lideranças espirituais.
Essa impressão é reforçada quando se considera que a adesão ao criacionismo bíblico se distribui de forma generosa entre todos os credos. Umbandistas (33%) e evangélicos pentecostais (30%) ficam um pouco acima da média nacional, mas católicos comparecem com 24% e evangélicos não pentecostais, com 25%.

Outros países
Uma nota curiosa vai para os que se declaram ateus. Entre eles, 7% também se classificam como criacionistas da Terra jovem e 23% como partidários da evolução comandada por Deus.

Os resultados obtidos no Brasil contrastam com os colhidos nos EUA, mas se aproximam com os de nações europeias. Entre os norte-americanos, a proporção de criacionistas bíblicos chega a 44%. Os evolucionistas com Deus são 36%, e os neodarwinistas puros, 14%. Esses números foram apurados em 2008 pelo Gallup, numa pesquisa que vem sendo aplicada naquele país desde 1982 e que serviu de modelo para a sondagem do Datafolha.

Em relação à Europa, o Brasil se encontra mais ou menos na média. De acordo com uma pesquisa de 2005 do Eurobarômetro, que aferiu o número de pessoas que rejeita a evolução, os criacionistas por ali variam de 7% (Islândia) a 51% (na islâmica Turquia), com a maioria dos países apresentando algum número na casa dos 20%.

Você crer que Deus criou o mundo?
Tem a Bíblia como palavra do ETERNO?

Graça e Paz


Fonte: Folha / Gospel+
Via: Creio

domingo, 4 de abril de 2010

DESAFIO PARA O CRISTIANISMO


Uma em cada quatro pessoas em todo mundo é muçulmana, de acordo com um dos mais completos estudos feitos até hoje sobre o assunto.

A pesquisa feita pela organização Pew Forum on Religion and Public Life, com sede em Washington, levou três anos para ficar pronta e analisa dados de 232 países e territórios.

O estudo concluiu que apenas 20% dos muçulmanos vivem no Oriente Médio e no norte da África, regiões tradicionalmente mais associadas com a religião.

Os números pesquisados indicam também que há mais muçulmanos na Alemanha do que no Líbano e menos na Jordânia e na Líbia somadas dos que na Rússia.
Estudos futuros

Cerca de 60% dos estimados 1,57 bilhão de muçulmanos do mundo vive na Ásia.
Os países com o maior número dos seguidores da religião são Indonésia (202,9 milhões), Paquistão (174 milhões), Índia (161 milhões), Bangladesh (145,3 milhões), Nigéria (78 milhões) e Egito (75,5 milhões).

O estudo indica que mais de 300 milhões de muçulmanos vivem em países onde o islamismo não é a religião mais seguida.

Entre 87% e 90% são da vertente sunita e entre 10% e 13% da corrente xiita.
As maiores populações de xiitas vivem no Irã, Paquistão, Índia e Iraque.
No continente americano, o país com o maior número de seguidores da religião é os Estados Unidos, com pouco menos de 2,5 milhões de pessoas.

O Brasil é o terceiro país no continente, com cerca de 191 mil muçulmanos, bem menos do que os 784 mil da Argentina.

A Pew Forum diz acreditar que o estudo pode fornecer bases para futuras pesquisas sobre o crescimento de populações muçulmanas

Ao lermos estes dados percebemos a necessidade de evangelizarmos com a certeza que ainda temos muito a fazer.

Temos a informação que um ou motivos de muitas pessoas na sua maioria mulheres tem se apegado a esta religiosidade devido aos escândalos em nosso meio que tem manchado a imagem do Cristo.

Um motivo seria a fidelidade, pois no islamismo o marido não pode trair a sua esposa.

Mas no cristianismo o adultério também é condenado.

Talvez falte muito para fazermos antes de dizermos: "ora vem Senhor Jesus",(pode vir Senhor, já ganhamos o mundo, o nosso trabalho ainda não esta pronto penso.

Faça algo diferente este ano visite um campo missionário e procure ter uma vida de testemunho para a glória de Deus.

Graça e Paz


Pr. Moabi Brito

Nova TV ADORAÇÃO

CONGRESSO DA JUVENTUDE

CONGRESSO DA JUVENTUDE

Saudação

Sejam bem vindos ao nosso ponto de encontro.

Nestes dias temos lido e ouvido muitas versões ou entendimentos das verdades biblicas, mas há que se dizer que sempre houve e haverá opiniões diferentes devido a vários fatores que permeiam a nossa vida cotidiana.

A nossa intenção aqui, é apenas expressar o nosso endendimento pensando estar de alguma forma contribuindo na construção do pensamento teológico cristão brasileiro atual.


Nosso e-mail: igrejaprimitivamaceio@yahoo.com.br

Seminário Teológico El Elyon

As inscrições para o STEE já estão abertas.
Faça logo a sua matricula!!
Onde se inscrever:
R. Demetrio de Freitas, 98 - Maceó - IPS - Cep: 24.310-100
Por e-mail:
moabibrito@yahoo.com.br
prmoabilins@hotmail.com





Como os outros te vêem

Resultado: 39 pontos

Os outros te vêem como alguém sensível, cauteloso, prático e cuidadoso. Te vêem como inteligente, talentoso, mas modesto. Não uma pessoa que faz amigos muito rápido e fácil, mas alguém extremamente leal aos amigos que você faz e que espera a mesma lealdade deles. Aqueles que realmente te conhecem percebem que é difícil abalar sua confiança em amigos, mas também leva um bom tempo para recuperá-la se esta confiança se acaba.

Teste de Personalidade

Oferecimento: InterNey.Net

Livros Recomendados

Como Deus Cura a Dor. Mark W. Backer - Ed. Sextante. 2008.
Respostas Evangélicas à Religiosidade Brasileira. Ed. Vida Nova. 2004.
Sabedoria Pastoral. David W. Wong. Ed. Descoberta. 1999
Guia Básico para a Interpretação da Bíblia. Robert H. Stein - Casa Publicadora das Assembleias de Deus. 1935
A Igreja no Império Romano. Martin N. Dreher. Ed. Sinodal. São Leopoldo, RS. 1993.
Vozes do Cristianismo Primitivo. E.Glenn Hinson & Paulo Siepierski. Ed. Temática Publicações, SP.
Sem Medo de Viver. Max Lucado. Ed. Thomas Nelson Brasil. RJ.2009.
A Palavra de Deus e A palavra do homem. Karl Barth. Ed. Novo Século. São Paulo. 2004.
A(s) Ciência(S) da Religião no Brasil. Faustino Teixeira. Ed. Paulinas. São Paulo. 2001.
Plano Mestre de Evangelismo. Robert Coleman. Ed. Mundo Cristão. São Paulo. 2006.
Direito & Psicanálise. Chaia Ramos. Ed. Atos & Fatos. Rio de Janeiro. 2001.
De Pastor para Pastores. Um testemunho pessoal. Irland Pereira Azevedo - Rio de Janeiro -Ed. JUERP. 2001


Postagens populares

Meu saudoso pai

Meu saudoso pai
Fundador da IPS

Escrita na parede

O destino da humanidade

A Previsão do Tempo

Blog Amigo

MOMENTO DA PALAVRA

MOMENTO DA PALAVRA

Teste os Seus Conhecimentos Biblicos

Resultado: 9 pontos

Parabéns! Você possui um bom conhecimento da Bíblia, pode se considerar um 'expert' em textos sagrados.

Teste Seus Conhecimentos Bíblicos.

Oferecimento: InterNey.Net

Adicione este site aos seus favoritos

Obrigado pela sua visita desde 2007