quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Feliz 2010

Obrigado Senhor por mais esta benção!!
Obrigado aos amados(as) !!

Mas um ano se passou, graças ao ETERNO, que com seu amor e misericórdia nos põe de pé a cada dia.

Não podia deixar de agradecer aos amados que nos alegraram com a sua presença, carinho e palavras de incentivo.

E com este sentimento que agradeço a todos os meus colegas de ministério, alunos, ex-alunos, amigos e irmãos que se dispuseram a estar conosco este ano ou lembrar esta data, por um e-mail, Scrap, telefonema.

Nós que servimos ao evangelho como sacerdócio, nos alegramos quando somos reconhecidos e lembrados, pelos nossos irmãos.

Costumo dizer que nos dias em que vivemos é muito comum as pessoas não terem tempo para lembranças de antigos amigos, colegas ou irmãos. A vida anda muito corrida, às vezes não temos tempo para coisas que antes valorizávamos e agora substituímos por qualquer outra atividade.

O mundo tem nos tornados egoístas e egocêntricos.

Ir a uma festa, se relacionar com pessoas é sem dúvida uma atividade que esta se tornando meio fora de moda, eu louvo a Deus pela vida daqueles que continuam valorizando as pessoas, por que Deus se relaciona conosco o tempo todo.

Mas o povo de Deus que vive a palavra não vive o que mundo dita, mas vive a comunhão e o amor entre os irmãos (Sl. 133).

Os núcleos do STEE:
Na IPS Matriz, na Igreja da Comunhão, na IPS Stª Izabel, na igreja IPS de Campos, IPS em Embratel, Via Mão em Porto Alegre,na IPS em Sapê de Itaboraí, fizeram comemoração do encerramento do ano, foi uma benção!! Por tudo, muito obrigado!

A Iglesa Vida e Paz no Paraguay, Pr. Joralvo e obreiros, Pr. Isaac de Cascavél, Pr. Carlos, família e toda ADD em Foz do Iguaçu, Pr. Marcio (EUA). A igreja Primitiva do Maceió, muito obrigado!!

Aos mais de 18.000 visitantes desta página, aos meus amigos do Orkut, aos meus amigos do MSN, aos meus amigos do Yahoo.

Aos todos, irmãos e irmãs, nosso muito obrigado!

Feliz 2010!!
Esperamos este ano poder servir cada vez melhor ao povo de Deus!!!
Graça e Paz

domingo, 27 de dezembro de 2009

A Bíblia nossa regra de fé e prática?

Objetivo:
Trazer esclarecimento aos irmãos sobre algumas doutrinas que estão sendo divulgadas nos dias de hoje.

Perigos iminentes usados pelo inimigo:

1. Tirar a autoridade e colocar em dúvida a veracidade do texto sagrado.
2. Colocar a interpretação humana acima do texto sagrado como autoridade espiritual.
3. Implantando a doutrina que diz: nem tudo que esta na Bíblia é a palavra de Deus.

As doutrinas teológicas, ou explicações humanas sobre o “Texto Sagrado”, de I Pd. 3:19.

1. Que Jesus entre a morte e a sua ressurreição, foi ao mundo dos mortos como parte do sofrimento pelos pecados dos homens. (a favor)
2. Que Ele foi a fim de proclamar seu senhorio sobre os mortos; para esvaziar o Hades das pessoas justas que haviam morrido antes daquela época; para manifestar a sua glória como o Senhor da vida. (a favor)
3. Que Ele foi proclamar aos espíritos desobedientes que a obra redentora de Deus, que lhes havia sido oferecida e que eles haviam recusado, agora se tornara realidade mediante a sua morte na cruz. (a favor)
4. Que Ele foi proclamar salvação; exortar os espíritos desobedientes a se arrependerem; oferecer-lhes uma chance. (a favor)
5. Que esta passagem não se relaciona de forma alguma, com a descida de Cristo ao inferno. Que a pregação aconteceu no mesmo tempo da desobediência deles. (contra))
6. Que não existe inferno.
7. Que o Senhor Jesus não tem nenhuma chave.


Comprovações Bíblicas:
1. Existe o Inferno. II Pd. 2:4
2. As palavras Hades, Seol, Inferno, Abismo se referem ao mesmo lugar.
3. Localização do abismo. (centro da terra) Am. 9:2
4. Que Jesus foi ao inferno. I Pd. 3:18
5. Que Ele tem as chaves do inferno e da morte. Ap. 1:18.

Em uma luta Marcial se um dos adversários estiver com os olhos vendados fica mais fácil para o adversário atingi-lo.

Na guerra espiritual não é diferente, se nós acreditarmos que não existe o inimigo fica muito mais fácil para ele.

A seguir estas passagens bíblicas que penso podem, ajudar a responder as estas questões:

1. Hades.
Mt 11:23, Mt 16:18; Lc 10:15, Lc 16:23. At 2:27, At 2:31 Ap 1:18. Ap 6:8 A 20:13 Ap 20:14 A 1:18 A 6:8. A 20:13. Ap 20:14. Ap 1:18 . Ap 6:8. Ap 20:13. Ap 20:14 .

2. Seol
Gn 37:35, Gn 42:38, Gn 44:29, Gn 44:31, Nm 16:30, Dt 32:22, I Sm 2:6, II Sm 22:, Jó 11:8, Jó 14:13, Jó 17:13, Jó 17:16, Jó 21:13, Jó 24:19, Jó 26:6, Sl 6:5, Sl 9:17, Sl 16:10, Sl 18:5, Sl 30:3, Sl 31:17, Sl 49:14, Sl 49:15, Sl 55:15, Sl 86:12, Sl 88:3, Sl 89:48, Sl 116:3, Sl 139:8, Sl 141:7, Pv 1:12; Pv 5:5 Pv 7:27 Pv 9:18 Pv 15:11 Pv 15:24 Pv 23:14 Pv 27:20 Pv 30:16 Ec 9:10 Ct Ct 8:6 Is 5:14 Is 14:9 Is 14:11 Is 14:15 Is 28:15 Is 28:18 Is 38:10 Is 38:18, Is 57:9, Ez 31:15, Ez 31:16, Ez 31:17, Ez 32:21, Ez 32:27, Os 13:14, Am 9:2, Jn 2:2, Hb 2:5

3. Inferno
Mt 5:22, Mt 5:29, Mt 5:30, Mt 10:28, Mt 18:9, Mt 23:15, Mt 23:33, Mc 9:43, Mc 9:45, Mc 9:47, Lc 12:5, Tg 3:6, II Pd 2:4.

Interessante observar que em relação as doutrinas são quatro a favor da "descida do Senhor ao inferno" e uma contra, esta última é ensinada como verdade em alguns seminários, eles nem se referem a existência das outras quatro linhas teológicas.

Na minha opinião a Bíblia é verdade, pois ela é a palavra de Deus para a nossa vida humana e toda e qualquer interpretação humana é passível de erro e como tal não pode ser colocada como verdade, principio de vida ou credo.

Em nosso credo esta escrito: Temos a Bíblia como regra de fé e prática. Aqui foram colocadas algumas passagens bíblicas como um sinal de alerta.

Cuidado para que o inimigo não coloque o espírito de confusão no meio da igreja.

Graça e Paz

Pr. Moabi Brito

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Convite Especial




Qual o verdadeiro sentido do Natal?

Na festa que se chama de Natal de Jesus não se fala no aniversariante, mas se fala muito em Papai Noel, por quê? Se pesquisarmos um pouco, veremos que o Natal atual tem todas as características de uma festa pagã. Vejamos alguns exemplos:

Pinheiros
Os escandinavos adoravam árvores e sacrifícios eram feitos debaixo das árvores ao deus Thor. A Enciclopédia Barsa descreve que a árvore de Natal tem origem germânica, datando do tempo de São Bonifácio (800 d.C.). Os pagãos germânicos faziam sacrifícios ao carvalho sagrado de Odim (demônio das tempestades) e ao seu filho Thor.

A arvore de Natal
O ato de cortar as árvores para enfeitá-las é bem antigo. Vejamos o que diz o profeta Jeremias (10:3 e 4): "... porque os costumes dos povos são vaidades, pois cortam do bosque um madeiro, obra das mãos do artífice, com machado. Com prata e com ouro o enfeitam, com pregos e com martelos o firmam para que não se movam...". Quando os pagãos se tornaram cristãos, normalmente sem uma profunda experiência com Jesus, levaram consigo todos os costumes pagãos.

Presépio
Foi instituído no século XIII por São Francisco de Assis, que quis representar o cenário no qual Yeshua nasceu.


Papai Noel

Noel, em francês, significa Natal. Porém, esta palavra não consta na Bíblia e sua origem, é incerta. Há contudo, aqueles que ligam o mito Papai Noel com a lenda de São Nicolau, Bispo de Mira, na Ásia Menor, no século IV. A Holanda o escolheu como patrono das crianças e neste dia era costume dar presentes. Este costume, então, se espalhou pela Europa. Os noruegueses criam que a deusa Hertha aparecia na lareira e trazia consigo sorte para o lar. A lenda conta que as crianças colocavam seus sapatinhos na janela e São Nicolau passava de noite colocando chocolates e caramelos dentro dos sapatos. Tudo isto foi descaracterizando o verdadeiro espírito do Natal.


QUANDO FOI O NASCIMENTO DE JESUS
Até o ano 300 d.C. o nascimento de Jesus era comemorado pelos cristãos em diferentes datas.
No ano 354 d.C. o papa Libério, sendo imperador romano Justiniano, ordenou que os cristãos celebrassem o nascimento de Jesus no dia 25 de dezembro. Provavelmente, ele escolheu esta data porque em Roma já se comemorava neste dia o dia de Saturno, ou seja, a festa chamada Saturnália. A religião mitraica dos persas (inimiga dos cristãos) comemorava neste dia o NATALIS INVICTI SOLIS, ou seja, "O Nascimento do Sol Vitorioso".
Na tentativa de "cristianizar" cultos pagãos, o clero da era das trevas (de Constantino até a Idade Média) tentou de todas as formas conciliar o paganismo com o cristianismo. Um bom exemplo disto foi a criação dos santos católicos, substituindo as festas e padroeiros pagãos. Vênus, deusa do amor; Ceres, deusa da colheita; Netuno deus do Mar; assim como São Cristovão é o padroeiro dos viajantes; Santa Bárbara, protetora dos trovões e o famoso Santo Antônio é o padroeiro do casamento.

No Brasil ainda foi muito pior quando os santos se misturaram com os demônios e guias do candomblé, umbanda, vodu, etc.

Atualmente a igreja romana tem investido nesta festa como mais uma razão para se manter naquela igreja, que tem perdidos muitos fiés para as igrejas evangélicas.
Paulo, na carta aos Romanos (1.25) diz que mudaram a verdade de Deus em mentira.


Nós como igreja do Senhor, devemos permanecer cumprindo o que a Bíblia nos diz.

Graça e Paz

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Imperdível






sábado, 28 de novembro de 2009

II Congresso de Avivamento no Paraguay





O ETERNO, mas uma vez nos mostrou a sua infinita misericórdia e amor, nos levando para conhecer o trabalho de evangelização realizado pelo amado Pastor Joralvo, sua esposa e filha, na cidade de Itauguá, seis horas de ônibus, depois de Cidad del Leste.

Os dias que participamos do congresso vimos a manifestação soberana do poder, da autoridade e da unção de Deus em Paraguay.

Foram dias de muito aprendizado tanto em relação a língua pátria daquele amavél país, e como evangelizar pessoas maravilhosas, carentes e necessitadas de conhecer ao Senhor.

Coube-nos a tarefa de trazer a palavra do Senhor no sábado e no domingo a noite, sob o tema: Chuvas de Avivamento.

Uma experiência nova pregando tendo como interprete o Pr. joralvo, foi uma bênção. Apois a mensagem ouvimos testemunhos de pastores e irmãos dizendo: fui tocado pela palavra, falou direto em meu coração. Percebemos que quando o Senhor quer abençoar o idioma não tem força para impedir o mover de Deus, Oh Glória, Aleluia!!

Houve também o momento de orar pelos ministros que lá estavam, seus ministérios, suas famílias, suas vidas foi tremendo.

No término do culto fomos convidados a orar por uma jovem que segundo os vizinhos estava subindo pelas paredes até o teto e ninguém podia conte La. Oramos e Deus libertou; o Pastor Isaac fez o apelo ela aceitou a Cristo, foi uma bênção.

Ao final oramos pela casa e pelo lugar que estávamos pedindo ao ETERNO uma transformação daquele lugar, ao sairmos ouvimos uma pessoa esbravejando: era a dona do estabelecimento que é uma casa de prostituição, ficou revoltada com o pedido para mudar a história daquele lugar, Glória Deus!! O Senhor vai fazer a sua vontade, mas uma vez.

Ao retornamos para o Brasil para Foz do Iguaçu onde nos esperava o guerreiro de Deus Pastor Carlos, da Assembléia de Deus, que nos recebeu com muito carinho e nos socorreu no momento de luta.

O que aconteceu; cheguei atrasado ao guichê de embarque para o Rio de janeiro devido a transtornos da viagem de seis horas de Itauguá até Cidad del Leste e as duas Alfandegas Paragay e depois Brasil, fui informado que havi perdido a passagem. Prontamente fui conduzido para o culto maravilhoso na Igreja Assembléia de Deus onde o Pastor Carlos pastoreia lugar que ouvi Deus falando comigo: "tu não sabes por que estais aqui e me perguntais: o que estou fazendo aqui? Foi eu que te trouxe tu não entedendes agora, mas saberás depois"...Chorei muito o Pastor Carlos continuava com a mão em meu ombro enquanto terminava de me entregar o recado de Deus. Foi tremendo, o Pastor não sabia que eu estava falando com o Senhor em secreto.

No dia seguinte fomos conhecer o corpo jurídico da igreja, uma bênção conheci um pastor que também é advogado atuante que nos recebeu com muita atenção e carinho e se prontificou a nos ajudar a relação a passagem em seguida fui apresentado por telefone a vários pastores duplamente vocacionados atuando no PROCON e outros órgãos públicos, me senti protegido, amparado, naquele momento eu não estava em terra estranha(nunca havia ido a Foz do Iguaçu ou ao Paraguai), mas estava entre irmãos que muito lutaram em meu favor, até que conseguimos a nossa vitória a passagem de volta para o Rio, os funcionários da empresa nos procuraram dentro do terminal de Foz com a pergunta: São vocês que estão indo para o Rio, nos temos duas cortesias, mas era apenas para um, o Pastor Moabi. Foi o que falamos para eles.

Tremendo o que o ETERNO mostrou para nós, moveu as águas e saíram duas passagens ao invés de uma, Oh Glória ao ETERNO, esta é uma das razões porque eu amo este meu Deus, Ele dá o suprimento e supriu a passagem.

Já em viagem falei com o ETERNO agradecendo o seu mover e pela existência em Foz do Iguaçu de homens e mulheres de Deus comprometidos com a palavra, que nos socorreram sem perguntar: de que igreja mesmo você é?

Obrigado por ter nos dado mais esta experiência na sua obra.

Mantenha aquele povo lá por muito tempo porque com certeza outros irão até eles pedir ajuda como aconteceu conosco.

A minha oração hoje é: onde me enviares eu irei Senhor.

Obrigado por me usar na sua obra.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

CULTO DE AÇÕES DE GRAÇAS


Nós louvamos ao ETERNO pelas suas maravilhas em nosso meio.
No dia 14 de novembro aprove ao Senhor nos abençoar mais uma vez com uma reunião maravilhosa com a presença de várias caravanas e muitos irmãos que foram nos abraçar por mais um ano de vida da Igreja que esta no bairro do Maceió, Niterói.
Momentos maravilhosos passaram todos que ali estiveram naquela noite.
Os louvores os testemunhos.

A entrega dos certificados com os testemunhos de alguns irmãos uma benção.

No momento da palavra o ETERNO nos agraciou com um mensagem tremenda o preletor o amado Pb. Ednaldo foi usado mais uma vez para nos fazer ver os planos de Deus para nossa vida nos ensinado biblicamente, calçado na palavra, mostrando em quem nos devemos depositar nossa confiança para vencermos aos desafios de nossa vida cotidiana.

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

II CONGRESO DE AVIVAMIENTO RENOVACIÓN ESPIRITUAL Y MINISTERIAL

Iglesia Vida Y Paz
INVITACIÓN ESPECIAL

CENTRO CRISTIANO PARA LAS NACIONES
Av. orlando Matewcci s/n Quadra 5, Km 30 Ruta 2- Paraguay

A Pastores, LIDERES Y IGLESIA :

Le saludamos en la VIDA Y EN PAZ, de Nuestro SEÑOR JESUS CRISTO. Lés Invitámos a participar del 2º Congreso de Avivamiento y Renovación Espiritual, a Realizarse en los Dias 19 á 22 de noviembre :
Tema : HAS LLOVER ÓH DÍOS
TEXTO : Juan 7 :37-39; Hab. 3.2; Jr 5 :24

PROGRAMACIÓN

Jueves 19/11/
• 19: 00hs ABERTURA
• 19: 30hs Adoración y Alabanza
• 20: 15hs Mensaje: Rev. Rodrigo Godoy (Pr. Pres. Templo misionero)

Viernes 20/11/
• 19: 00hs Adoración y Alabanza
• 19: 30hs Retrospectiva Teatro y Coreografía
• 20: 15hs Pr. Junior Vice-pres. Y equipo de Misioneros (Templo misionero). Ciudad de LA Ipatinga, MG.

Sábado 21/11
• 08: 00hs Devocional (Oración y Adoración)
• 09: 00hs Rev. Rodrigo Godoy
• 11: 00hs Receso almuerzo (Escuela Báscia Vida y Paz)
• 19: 00hs Adoración y alabanza
• 19: 30hs Confraternización de Pastores
• 20: 00hs Retrospectiva Vida y Paz
• 20: 15hs Mensaje Pastor: Moabi Brito, Vice- Presidente Convención Iglesia Primitiva do Senhor (BRASIL). Ciudad de Niterói - RJ

Domingo 22/11
• 08: 00hs Devocional (Oración y Adoración).
• 09: 00hs Charla: Pastor Moabi Brito(Mañana Misionera)
• 11: 00hs Receso para Almuerzo(Escuela Básica Vida y Paz )
• 17: 00hs Feria de comidas típicas Pró construcción
• 19: 00hs Adoración y alabanza
• 19: 45hs Experiencias Adquiridas
• 20: 15hs Mensaje: Rev. Isaac Pereira da Silva (Ciudad de Cascavél, Paraná )
• 21: 30hs Culminación del Congreso y Aniversario de la Iglesia
• 22: 00hs Entrega de los Certificados a los Pastores Invitados.

Pastor Pres. Joralvo Faustino
Secretária: Saturnina Leguizamón

Fale conosco:
Celular: 0xx 595 982 401 667
E – mail:joralvofaustino@yahoo.com.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Marchar por quem?

Ao ler os comentários sobre a marcha para Jesus, fiquei preocupado e gostaria de deixar minha singela opinião. Percebemos que muitas palavras foram carregadas de sentimentos alguns saudáveis outros não. A nossa maior dificuldade acredito tem sido viver em comunhão. Por esta razão um momento de comunhão nos incomode tanto. Várias pessoas de diferentes congregações ou igrejas unidas pelo único nome o nome do Senhor Jesus, talvez Ele o objeto da marcha queira ver isto? Como será na Gloria? Será que estamos preparados para ser igreja de Cristo e aqui estamos como a Igreja em At. 2: 42 a 47? O nosso mestre conviveu com pessoas religiosas que criticavam a sua vida e as suas atitudes. Mas mesmo assim Ele não parou. Ou será o que esta nos incomodando, é que nem eu nem você somos os líderes da marcha? Ou não é minha denominação a líder da marcha, mas não é para Jesus? Creio que apesar de todos os nossos erros ainda prefiro ver e ouvir que terá uma marcha para o meu Senhor e Salvador Jesus do que outras marchas que tenho ouvido falar. Se a salvação é um processo não é nada novo pecados, erros etc..
Perigo. Estamos em construção, creio.
O que a Bíblia diz:
Mateus 7; 22. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E em teu nome não expulsamos demônios? E em teu nome não fizemos muitas maravilhas? 23 E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade.
24 Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha;
25 E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha.
26 E aquele que ouve estas minhas palavras, e não as cumpre, compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia;
27 E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e caiu, e foi grande a sua queda.
28 E aconteceu que, concluindo Jesus este discurso, a multidão se admirou da sua doutrina;
29 Porquanto os ensinava como tendo autoridade; e não como os escribas.

Parabéns, aos organizadores e colaboradores da revista Cristianismo Hoje, que tentam ser independentes, já que isto é impossível a nós humanos.
O que nos une o nome do Senhor Jesus deve ser maior do tudo o nos separa nossos pecados: orgulho, dogmas, preconceitos, doutrinas humanas, heresias, etc....
Graça e Paz

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Chá e Adoração

Prestando contas
Chá e Adoração - Edição 2009
Nós não poderíamos deixar passar sem compartilhar a benção que foi nosso Chá e Adoração do dia 03 de outubro do ano de 2009 .

O encontro foi uma grande benção do ETERNO, muita comunhão muitos irmãos nos agraciaram com a sua presença.

A mensagem foi um momento tremendo onde ouvimos a palavra do ETERNO. A irmã Diácona Cristiane deixou o Espírito usá-la, nos trazendo conhecimento, admoestação e conforto. Tivemos vários visitantes não evangélicos.

Foram muitas doações de bolos, salgados e sucos e coisas a fins. O Senhor mais uma vez, fez a multiplicação todos comeram, se fartaram e alguns levaram alguma coisa para seu café dominical, uma grande benção!!!

No momento da oferta missionária ninguém queria ficar de fora chamavam o Presbítero Paulo responsável pela arrecadação e deposito do valor doado para não esquecer dos que queriam contribuir. Levantando as mãos dizendo eu também quero contribuir para missões.

O louvor foi um detalhe a parte, muito especial com a participação de vários irmãos a cantora Magaly esteve presente, o ministério de louvor da nossa igreja a dança profética com a jovem Iury, foi emocionante, "muita benção" para a gloria de Deus.

Metas alcançadas:
• Ajuda ao campo missionário.
• Manutenção da Cesta básica mensal.
• Compra da tela para retroprojetor
• Manutenção da Van missionária aos domingos.
• Combustível para visitação das Congregações.
• Manutenção do Site, Rádio e TV Online.

Obrigado aos amados que oraram e colaboraram para, mais esta vitória que conseguimos para a gloria de Deus.

O Departamento feminino esta de parabéns pela organização, divulgação, produção e realização de mais um Chá para a Gloria de Deus.

Acreditamos que este foi o melhor chá anual que já realizamos e cremos que ano que vem será muito melhor, porque nosso Deus é cada vez melhor!!

Neste chá percebemos uma coisa, nós não somos uma grande igreja, somos uma Congregação de poucas pessoas, mas para a glória de Deus, composta de homens e mulheres transformados pelo poder da palavra, que fazem a obra do ETERNO. Que servem ao ETERNO com sua renda e seu trabalho. Gloria a Deus !!

Pastores presentes: Pr. Matuzalém (Nosso Presidente), Pr. Antônio, Pr. Leonardo.

Muito obrigado Pai, por mais esta benção!!



Pr. Moabi e equipe de obreiros

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

O Mestre Jesus e a sua Tríade Terapêutica

Tentar analisar a vida e obra de nosso Mestre Jesus é sem dúvida um grande desafio. Buscamos aqui a compreensão do texto Sagrado a fim extrairmos da palavra do ETERNO conceitos para nossa caminhada cristã, e ajudar aos que necessitam, alcançar dias melhores e a descançar no Senhor vivendo segundo a palavra.

Ao lermos os evangelhos nos deparamos com o Senhor Jesus realizando a sua obra de evangelização e milagres.

A partir daí estaremos destacando algumas das suas atividades. Assim divididas: Congruência, Calor humano, Empatia. Há que observarmos que em todo momento Ele realizou a tríade terapêutica, porque sempre se preocupou com todas as necessidades não só daquelas pessoas que naquele momento ele atendeu como também, nós que também somos alcançados pelas suas maravilhas doto dia.

Congruência. (Harmonia entre palavras e atitudes). No Evangelho de Jesus Segundo Mateus, Cap. 11: 28, nós encontramos Jesus oferecendo alivio para todos os cansados e oprimidos. Em Marcos Cap. 6 a partir do verso 30, nos encontramos Jesus alimentando a multidão. Realizando ou trazendo o alivio aos famintos daquele momento.

Calor humano. (Entender os sentimentos do outro). No Evangelho de João, encontramos Cap. 11, nós encontramos no versículo 3, Maria dizer a Jesus, aquele que tu amas esta enfermo. Jesus vai lá para ressuscitar à Lázaro. Demonstrando que primeiro é amigo, portanto sente a dor dos outros. E que se preocupa a ponto de ir fazer a sua parte.

Empatia. (O amor ao proxímo praticado). No sermão da Montanha (Mt. 5 de 3 à 11), nos encontramos Jesus, mostrando a todos que Ele sabe de todos os nossos problemas, e se preocupa conosco. Quando ele destaca “Bem aventurados os que choram, porque serão consolados”, ele demonstrando empatia porque ele conhece as nossas dores. A expressão “Bem Aventurado “pode ser interpretada por “Feliz”.

Partindo deste raciocínio concluímos que: mesmo quando estamos chorando somos felizes porque o nosso Deus trabalha também com as nossas tristezas para transformar em alegrias. E nos transforma em árvores de justiça como esta em Isaias 61, para que possamos consolar outros. Desta maneira além da benção se multiplicar, os abençoadores também, por que todos nós podemos abençoar; desde que seja em nome de Jesus.

É necessário primeiro, aprender a liberar perdão.

Viver a tríade terapêutica do Mestre é sem dúvida um desafio da igreja de Cristo hoje.

Nós só poderemos ajudar outros quando estivermos curados.

Em uma analise rápida iremos dizer que a igreja de Cristo esta doente, mas como isto é possivél se Jesus é a cura?

Atitudes de uma Igreja doente:
Enquanto estivermos adorando a Deus por coisas materiais, sendo egoístas, egocêntricos, orgulhosos, mentindo, trapaceando, adulterando etc. Estes são sinais de doenças que o Senhor Jesus quer tirar, "erradicar" do meio da igreja. Ela a Igreja deve ser Santa e buscar a santificação.

Atitudes de uma Igreja curada:
A Igreja que adora a Deus pelo que Ele é pelas suas misericordias, pelo seu amor, pelo seu perdão, pelas suas maravilhas, pela nossa salvação. Que estuda a Sua palavra, evangeliza, ora pelos doentes, visita aos enfermos, se precupa com a dor dos que sofrem, esta é sem dúvida a Igreja que representa Cristo para o mundo. Gloria a Deus!!

Mas esta cura ou esta metarmorfose só vai acontecer quando declararmos para o médico dos médicos todas as nossas dores, dúvidas, traumas. Tem que morrer a velha criatura.

Aí sim Ele ira´nos curar e poderemos ajudar a outros encontar esta paz interior que só Ele pode nos oferecer.

Não se esqueça esta Igreja que nos referimos aqui somos nós eu e você. Busquemos em Deus a cura para todas as nossas dores seja; do corpo, da alma ou do espírito.

Por que só desta forma poderemos mostar ao mundo que fomos renovados pela Graça redentora de nosso Mestre Jesus.

Que o ETERNO continue nos ensinando o melhor modo de vivermos e convivermos segundo os seus preceitos.

Graça e Paz

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

O Casamento Civil e Religioso na Igreja

Um tipo de casamento muito procurado hoje em dia é o Casamento Religioso com Efeito Civil, por isso segue abaixo todos os detalhes que você precisa saber antes de se decidir.

O casamento religioso com efeito civil é aquele em que o próprio celebrante religioso realiza o civil e o religioso ao mesmo tempo.

Os noivos comparecem ao cartório perto da sua residência, juntamente com as 2 testemunhas, 30 a 60 dias antes da data pretendida para dar entrada nos papéis de casamento. Além dos documentos habituais (Certidões e R.G.), os noivos devem levar um Requerimento da Igreja que diz que o casamento será Religioso com Efeito Civil. Este requerimento deve ser retirado na Igreja antes dos noivos irem ao cartório para marcar o casamento, e deverá ser assinado por eles e pelo celebrante religioso ou Pároco da Igreja.

OBS: Antes de levar este documento no cartório para dar entrada nos papéis do casamento, é necessário reconhecer a assinatura do Celebrante religioso, neste requerimento da Igreja.

Após o prazo de 20 dias, o cartório que vocês deram entrada nos papéis, vai emitir um documento chamado Certidão de Habilitacão. Este documento deverá ser entregue na Igreja para que possa ser feito o Termo de Religioso com efeito civil, que é o documento que os noivos e os 2 padrinhos deverão assinar na hora da cerimônia.

Após a cerimônia , os noivos devem levar o Termo de Religioso com Efeito civil para ser reconhecida a firma do celebrante, para depois levar ao cartório que deram entrada no casamento e trocar pela certidão de casamento. Os noivos tem o prazo de 90 dias para fazer o registro do casamento, a contar da data da celebração, caso este registro não seja feito os noivos continuarão solteiros.

De acordo com o Novo Codigo Civil, é possível se casar primeiro no religioso e depois registrar o mesmo no civil. Para isto, é necessário que os noivos compareçam ao cartório, juntamente com as 2 testemunhas ( após a cerimônia religiosa) com os documentos habituais (Certidões e R.G.), o Requerimento de Religioso com Efeito civil feito pela a Igreja e o Termo de Religioso com Efeito civil, já com a firma do Pastor (que realizou a cerimônia religioso) reconhecida e dar entrada nos papéis de casamento no Cartório.

Após o prazo dado pelo cartório, os noivos devem comparecer ao cartório e retirar a certidão de casamento civil, alguns liberam no mesmo dia.

O pastor evangélico tem autorização pelo código civil para realizar casamentos com efeito civil, sem necessitar de fazer qualquer curso ou possuir habilitação específica. O pastor ordenado diante de uma igreja que é pessoa jurídica (registrada com CGC) tem esse direito.

O casamento realizado na presença da igreja com a imposição de mãos pelo pastor celebrante abençoando a vida daquele casal em nome do Senhor Jesus é uma benção espiritual para o casal que inicia a sua vida conjugal.

Muitos hoje têm aberto mão desta benção preocupados com dinheiro ou desvios possivelmente ocorridos antes da cerimônia.

O ETERNO ainda perdoa pecados, graças a ele hoje todos estamos de pé.
Não abra mão de receber a ministração da benção do ETERNO sobre a sua vida.

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Quem pode ser Batizado para fazer parte do corpo de Cristo

Um casal, homem e mulher, que vivem juntos maritalmente, (relação estável segundo as leis), mas não são casados, podem participar do corpo de Cristo através do Batismo e da Santa Ceia do Senhor?

Uma consideração que deve ser feita antes da interpretação da Bíblia diante da questão é não trazermos as "concessões da lei dos homens" para adaptar à Palavra de Deus.

Em GN. 1;1, lemos: “No principio criou Deus os céus e a terra”. Primeiro os céus depois a terra. Primeiro a Bíblia palavra de Deus depois a terra eo que os homens querem entender. Nunca as leis dos homens para suplantar as leis de Deus.

Isso reflete em que as permissões da lei dos homens, a legislação, não devem corromper ou forçar a verdade da Palavra no sentido de gerar, também, "concessões" dentro do Corpo de Cristo.

Viver maritalmente, homem e mulher está hoje, diante da legislação, reconhecido.

No passado, isso era considerado viver como "amantes". MAS, hoje, a expressão é "viver maritalmente".

O segredo disso está "no espírito do mundo".
Uma das inúmeras passagens bíblicas para esse contexto é a carta do apóstolo Paulo aos Efésios, capítulo 2, versículo 1 em diante, que diz:
" E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados.
Em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência.
Entre os quais todos nós também antes andávamos, nos desejos da nossa carne..
"

O "espírito deste mundo", segundo a eficácia de satanás vai progressivamente impondo seus interesses de corrupção e destruição no curso deste mundo.

Assim, o viver maritalmente, diante da Palavra de Deus é viver em "fornicação", ou seja, é a relação sexual de pessoa não casada, com pessoa casada ou não.

O adultério é o pecado de pessoas casadas com outras que não são seus próprios cônjuges.

Diante da Palavra de Deus NÃO SÃO CASADOS, MESMO QUE A LEGISLAÇÃO DOS HOMENS RECONHEÇA.

Estando em fornicação, a Palavra de Deus diz que os fornicários não herdarão o Reino dos Céus. (Apocalipse 21:8 e outras passagens bíblicas)

Se os fornicários não podem herdar o Reino dos Céus, conseqüentemente, não podem participar da Santa Ceia do Senhor porque não têm parte com o Reino de Deus, POIS, a Santa Ceia é o Corpo de Cristo, dos salvos.

Todos aqueles que estejam nesta condição "vivendo maritalmente", se realmente temem a Deus e amam verdadeiramente um ao outro, não haverá nenhum impedimento em casar, conforme a Palavra de Deus diz. A igreja estará pronta para ajudar no que for necessário.

Não se deixe enganar hoje existem lideres que querem mudar as verdades e os mandamentos bíblicos.

Mas nós seremos julgados pela palavra ou pelo o que esta escrito e não pelas interpretações humanas.
Devemos buscar a santidade sem a qual ninguém verá a Deus.

Graça e Paz

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Comemorando 22 Anos

domingo, 6 de setembro de 2009

Chá e Adoração

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Refletindo sobre a Igreja a partir de Apocalipse

Uma tentativa de refletirmos e comparamos a nossa vida cristã como igreja de Cristo.

O Senhor Jesus o Cristo enviou sete cartas de encorajamento e admoestação às sete igrejas do Novo Testamento. Numa altura em que já haviam sido estabelecidas mais de cem congregações, Ele escolheu sete que refletiam as características típicas representativas de toda a igreja da corrente dispensação. Não há portanto qualquer razão escondida, pela qual a maior parte das congregações não receberam cartas. Cada igreja, assim como cada Cristão, individualmente, podem identificar-se com uma ou mais destas congregações, e tomar a peito as suas mensagens.

Apocalipse 2 e 3, oferecem uma perspectiva tanto horizontal como vertical, da igreja cristã. Se cortasse uma "amostra" vertical da igreja cristã em qualquer fase, essa amostra revelaria sete camadas diferentes. Esta era a característica da antiga igreja, quando estas cartas foram escritas, e as mesmas sete categorias continuam hoje também como marcas distintivas da igreja do fim dos tempos.

Além desta perspectiva, tambem se pode fazer uma divisão horizontal da igreja em períodos sucessivos. Embóra êstes tipos diferentes de igreja tenham existido todos através de toda a dispensa, a característica geral da igreja cristã tem seguido sempre o caminho dêstes sete tipos. De acôrdo com êste ponto de vista, há sete períodos distintos na história da igreja. Presentemente encontramo-nos no período de Laodiceia, a última das sete igrejas. Mas embora algumas denominações aínda mostrem características dos seis primeiros tipos, a igreja do fim dos tempos pode ser descrita como predominantemente “laodiçaica” ou “Filadelfica”.

Como se tornará evidente na discussão que segue, há uma grande diferença entre a Igreja de Cristo e a igreja cristã.
1. A primeira inclui aqueles que sinceramente pertencem a Cristo por terem sido lavados dos seus pecados pelo Seu sangue.
2. A segunda compreende todos os que pertencem a igrejas cristãs, incluindo Cristãos nominais, que aínda não estão salvos. Na situação espiritual degradante em voga em todas as grandes igrejas, a maior parte dos membros são Cristãos nominais, que mostram uma simples aparência de santidade. É com êstes em mente, que o Senhor envia mensagens de arrependimento a cinco das sete igrejas.

1. Efeso – Igreja desviada
No ano de 95, quando João recebeu estas mensagens, já havia uma indicação de rebeldia no seio da igreja cristã. As congregações fervorosas de que nos fala o livro dos Atos estavam a desaparecer, não havia mas as manifestações do Santo Espírito e o seu zêlo tinha-se transformado apenas numa aparência de santidade em que Cristo já não era a figura central. A maior parte das atividades da igreja continuava a ser praticada, mas o amor do Senhor Jesus já não era a motivação básica. Cristo não pode tolerar êste formalismo espiritual, e o academicismo que entrou na igreja, mesmo que os membros se mantivessem extremamente ativos. Êle aponta o Seu dedo claramente ao centro do problema, quando afirma:

"No entanto, tenho isto contra ti, que tu abandonáste o teu primeiro amor. Lembra-te portanto de onde caíste; arrepende-te e faz as primeiras obras; de outra maneira Eu virei ràpidamente a ti, e tirarei do seu lugar o teu candelabro – a não ser que te arrependas." (Apocalipse 2:4, 5)

O Senhor convida a igreja a arrepender-se da situação em que se deixou cair. Obras humanisticamente motivadas feitas pelos membros a favor da igreja, não são aceitáveis por Deus. Numa igreja cheia de júbilo, os membros servem a Deus sob a inspiração e orientação do Espírito Santo. A congregação é convidada a voltar às suas primeiras obras.

Se o não fizer – afirma Jesus – retirar-lhes-ei o Espírito Santo. E então não haverá luz para as suas lâmpadas, e descerá sôbre a igreja total escuridão espiritual. Como organização controlada por seres humanos, pode continuar a sobreviver, mas não será mais o portavoz de Cristo. Êle dará o Seu candelabro a outra igreja, que esteja disposta a servi-LO em Espírito e em Verdade. Aqui começa a se estabelcer ou outra realidade de igreja onde o mover do espirito não tem mas a prioridade mas sim o conhecimento humano é a prioridade.

Qual é realmente a verdadeira natureza da tua experiência cristã? Você serve ao Senhor devido a pressões morais, sociais e pelo teu próprio esfôrço, ou é o Espírito Santo que te leva a proclamar a excelência do teu Redentor?

Um aspeto positivo interessante dos membros desta igreja, é que ela, apezar do seu retrocesso espiritual, não abrira a porta às seitas. Denunciara fortemente os Nicolaitas, que eram odientos aos olhos de Deus. Os Nicolaitas aspiravam ao poder e ao prestígio, na sociedade, mas eram muito carnais e bem conhecidos pelas suas dissolutas práticas morais. Esforçavam-se pelo estabelecimento duma hierarquia de sacerdotes, de harmonia com o Velho Testamento, dividindo as pessoas em sacerdotes com privilégios especiais de um lado e leigos sem qualquer posição religiosa de outro. Em vez de simples pastores, eram uma ierarquia endeusada de homens santos quem regia a igreja. Êste princípio reflete-se no nome Nicolaitas, que deriva de niko (sujeitar), e laos(os leigos ou o povo)e que em seus ensinos dizia que uma vez salvo esta salvo para sempre independente de uma novidade de vida ou abandono da velha vida.

Esta divisão incisiva, é estranha à prática do Novo Testamento, uma vez que limita o crescimento espiritual dos crentes. Os membros comuns da congregação eram inibidos e desencorajados no seu caminhar como testemunhas de Cristo a buscar o batismo no Santo Espírito. Em Atos 1:8 o Senhor Jesus disse: Ficai em Jerusalém até que do alto sejais revestidos de poder (os dons do Espírito que a igreja não pode abrir mão). E, em tais circunstâncias, a igreja não podia evangelizar o mundo com eficiência.

A situação em Efeso, é característica da antiga igreja cristã até à volta do ano 100, e aplica-se tanto ao seu amor inicial pelo Senhor, como à sua subsequente deterioração espiritual.

2. Smirna – A igreja perseguida
Smirna significa amargura, e indica a perseguição cruel e grande sofrimento da igreja sob o jugo romano. Dificilmente se poderia conceber qualquer método de humilhação, perseguição e martírio, que não tenha sido usado contra os Cristãos. A troça pública, o desprêzo, as multas pesadas, a expulsão dos emprêgos e a expropriação da propriedade, contavam-se entre as formas mais leves de perseguição. De uma maneira mais geral, a ordem do dia para milhares de Cristãos, era a prisão em tôrres húmidas, em condições onde prevaleciam a fome, a doença, a tortura, e a execução por heresia. Às vezes, os presos eram soltos em vastas arenas, para serem despedaçados por leões e outras feras. Não se dava qualquer valor às suas vidas, e, durante as execuções públicas, a insensível assistência até se deleitava com estas cenas trágicas e macabras.
O Senhor dispensa intensa simpatia por êstes mártires, porque Êle mesmo caminhou o caminho do sofrimento e bebeu até à última gôta, a amarga taça da perseguição. Êle apresenta-se a esta igreja, como Aquele que esteve morto mas está agora vivo. Insiste com os crentes para que adotem uma atitude firme perante o sofrimento, pois serão recompensados com vida nova incorruptível, se se mantiverem fiéis. Em Apocalipse 2:10, Êle diz à igreja mártir:
"Não tenhais mêdo de qualquer das coisas que estais prestes a sofrer. De fato, o Diabo prepara-se para enviar alguns de vós para a prisão, para que sejais provados, e tereis dez dias de tribulação. Sêde fiéis até à morte e Eu vos darei a corôa da vida."
Os dez dias referem-se provàvelmente à perseguição dos Cristãos durante os reinados de dez imperadores romanos sucessivos – de Nero em 64 AD até Diocleciano no ano 305. No princípio do período de Smirna, a perseguiçâo já tinha começado e continuaria o seu curso pelos dois séculos seguintes. Os dois últimos anos do reinado de Diocleciano, foram os mais sangrentos. Êste tirano, como a maior parte dos seus predecessores, considerava-se Deus. E foi aínda mais longe, ordenando que o povo se rojasse a seus pés quando o visse, e que lhe beijasse a borda das vestes e gritasse: Dominus et Deus! (Meu Senhor e meu Deus!). No ano de 305 proclamou um édito, ao abrigo do qual os Cristãos seriam despojados dos seus direitos civis e possesões, e todas as igrejas cristãs encerradas. A perseguição que acompanhou êstes acontecimentos, é considerada a mais sangrenta de todas as perseguições cristãs. Depois da abdicação de Diocleciano, em 305, a campanha para a erradicação do Cristianismo continuou até ao ano de 312.

3. Pérgamo – A igreja complacente

Em 312 AD, quando o imperador Constantino terminou a perseguição aos Cristãos, e reconheceu e aceitou a fé cristã, deu-se uma importante reviravolta nos acontecimentos. Acredita-se, que durante uma das suas guerras de conquista, êle viu uma cruz no Céu e as palavras seguintes: In hoc signo vinces (com êste sinal vencerás). Depois desta experiência, obteve vitórias militares de vulto, e foi por isso que adotou a fé cristã. Com o édito de Milão, em 313, garantiu ao Cristianismo direitos iguais aos de todas as outras religiões. No entanto, levantam-se dúvidas quanto ao seu envolvimento pessoal no Cristianismo, pois não condenou as religiões idólatras e só foi batizado pouco antes da sua morte.
De qualquer modo, a mudança verificada na esfera religiosa foi enorme. De um momento para o outro, a igreja perseguida teve de escancarar as portas a oficiais de alta patente e cidadãos proeminentes, incluindo o imperador. Todos êles se sentiram compelidos a tornar-se "Cristãos." E as exigências do evangelho foram reduzidas, de forma a tornar a mensagem mais popular e aceitável para as massas. O imperador aprovou vastas somas de dinheiro para o clero, e com êste generoso auxílio financeiro, construiram-se magestosos e imponentes edifícios para a igreja.
Em 325 AD, no Concílio de Niceia, um grupo de bispos conseguiu o domínio da igreja. Isto abriu o caminho à doutrina dos Nicolaitas, possibilitando asssim o regresso à atitude de Efeso. O direito dos membros comuns da igreja operarem independentemente foi gradualmente suprimido, até que se chegou ao ponto de toda a gente ter de se submeter às regras e leis ditadas pelos bispos e sacerdotes. E, desta maneira, a igreja começou a uzurpar a autoridade da Palavra de Deus e do Espírito Santo nas vidas dos crentes.
A aliança comprometedora que a igreja fez com o mundo secular, deu inevitavelmente origem a deslealdades e infidelidades entre os membros. Esta situação reflete-se tambem na igreja de Pérgamo palavra que significa casamento. Durante o reino de Constantino, a igreja e o estado deram-se de facto as mãos, mas aos olhos de Deus uma ligação dêste género constitui adultério espiritual:
"Adúlteros e adúlteras! Não sabeis que a amizade com o mundo constitui inimizade com Deus? Portanto, quem quer que deseje ser amigo do mundo, faz-se a si próprio inimigo de Deus." (Tiago 4:4)

O Senhor refere-se a esta adulteração como "A Doutrina de Balaão, o qual ensinou Balak a fazer tropeçar o povo de Israel, a comer coisas dedicadas a ídolos, e a cometer imoralidade sexual." (Apocalipse 2:14). De acôrdo com Números 22 a 24, Balaão foi recrutado por Balak rei dos Moabitas, para lançar uma maldição sôbre Israel. No entanto, Balaão recusou-se a obedecer-lhe e convenceu Balak a não usar maldições e confrontação militar, mas sim antes tentar Israel a participar nas festas ao deus Baal. Esta estratégia deu resultado, pois nós vemos em Números 25, que Israel aceitou um convite para uma de tais festas em Moab. A paixão venceu, e em breve esta nova amizade levou os homens de Israel a cometer imoralidade sexual com as filhas de Moab e a render homenagem aos seus ídolos. Isto provocou a ira do Senhor contra Israel e Êle fez cair uma praga sobre a nação, em resultado da qual morreram 24 mil pesoas. Balak alegrou-se com esta tragédia, porque ela favoreceu os seus planos de castigar Israel. Em seguida, Moisés exprimiu o seu ressentimento por Israel abandonar os seus princípios entregando-se à depravação. Em Números 31 disse:
"Deixaste viver todas as mulheres? Repara, estas mulheres levaram os filhos de Israel a ofender ao Senhor, no negócio de Peor, por conselho de Balaão, e veio uma praga entre a congregação do Senhor." (Números 31:15, 16)

Nos tempos modernos, os inimigos de Deus tambem causam grande cáos entre os crentes, com a mesma mudança de estratégia. Substituindo a estratégia de confrontação e perseguição pela estratégia do comprometimento, largos sectores da igreja cristã são atraídos a várias práticas de fornicação com as religiões não-cristãs e com o mundo. As perseguições severas nos países comunistas, não conseguiram destruir a igreja cristã. No entanto, no mundo ocidental as igrejas cristãs tornaram-se apóstatas e de tal maneira mundanas, com algumas excepções, que se privaram em grande parte do favor do Senhor. Em vez de bênçãos espirituais, estão a trazer sôbre si a ira de Deus por causa da sua fornicação e comprometimento com um mundo vil.

O aviso à igreja de Pérgamo, para não se entregar às coisas do mundo, deve ser olhado com a máxima seriedade. A cidade era tão vil, que o Senhor se referiu a ela como o 'lugar onde Satanás tinha o trono!' (Apocalipse 2:13). A cidade possuia uma biblioteca de 200.000 volumes, que incluia muitos livros com forte influência da filosofia grega. Promovia-se o panteísmo e a metafísica de Platão, que levavam à crença em vários tipos de poderes sobrenaturais. Tambem havia vários templos, entre os quais o de Esculápio, um deus pagão curador de doenças, simbolizado por uma serpente, e imagens do imperador deificado que o povo devia venerar, e a que se devia curvar ao passar em frente delas.

Nos tempos antigos, durante a queda da Babilónia, o sacerdote-rei caldeu e os seus súbditos refugiaram-se em Pérgamo. E, porque a Babilónia era um centro importante para as religiões pagãs, por causa da sua queda um dos tronos de Satanás foi transferido da Babilónia para Pérgamo. A tradição não-bíblica de se dar posição política e grande poder a dirigentes religiosos, foi assim estabelecida na cidade. Como resultado da instituição babilónica de uma ordem de sacerdotes chefiada por um sacerdote-rei, foi introduzida na igreja cristã uma ierarquia sacerdotal de homens que tambem aspiravam a lugares seculares de relêvo. Alem disso, a tradição babilónica da adoração do deus-Sol e da Raínha dos Céus com seu querido filhinho, exerceu muita influência nos circulos cristãos e conduziu à eventual adoração da Madona e Menino, e à deificação de Maria mãe de Jesus. E, por êste motivo, a igreja foi assaltada e mal dirigida de uma variedade de direcções. E aqueles que não se queriam comprometer ou associar com estas tradições pagãs, foram perseguidos e tornaram-se mártires da fé. Como Antipas, pagaram o preço supremo, por recusarem comprometer-se com crenças não-bíblicas. Nesta carta, o Senhor Jesus Cristo louva as pessoas como Antipas, e chama-lhes testemunhas fiéis (Apocalipse 2:13). A palavra Antipas significa contra todas as coisas e, na cidade sem Deus de Pérgamo, Antipas pouca escolha tinha além de se opôr a quase tudo.

4. Tiatira – A igreja apóstata
De acôrdo com Alexander Hislop em (As duas Babilónias), a sede da ordem sacerdotal babilónica foi transferida de Pérgamo para Roma, e com ela o trono de Satanás com o seu sistema religioso pagão. No ano 606, Bonifácio Terceiro foi coroado como bispo universal e êste acontecimento introduziu um longo período de domínio católico-romano. Durante a nêgra Idade Média, a igreja foi dirigida por uma ierarquia de sacerdotes, bispos, arcebispos, cardeais e papas, ansiosos pelo poder. A autoridade da igreja foi elevada acima da autoridade da Bíblia, e a regra da infalibilidade foi aplicada às decisões ex-catedra do Papa. Resultou desta reforma, que a posição de Cristo como Mediador foi gradualmente abolida, e as pesoas foram eventualmente forçadas a confessar os seus pecados aos sacerdotes.

Como consequência das influências babilónicas trazidas à Igreja Católica Romana de várias direções, verificaram-se graves divergências teológicas e comprometimentos com os costumes pagãos. Entre êstes citamos a adoração de Maria, que é simplesmente uma réplica cristã da babilónica Rainha dos Céus, Semiramis. Maria foi deificada no ano 381, com base na afirmação de que ela tinha subido ao Céu. Êste ponto de vista mantém-se ainda na Igreja Católica, e o actual Papa declarou o período de 17 de Julho de 1987 a 15 de Agosto de 1988, como ano especial para a veneração da Madona (Ano Mariano). Ela é chamada a Mãe de Deus, sem pecado e tambem a Mãe celestial da Igreja.

Na carta a Tiatira, o Senhor compara êste tipo de infidelidade, com outra mulher, Jezebel, que levou o povo de Israel ao adultério e a servir Baal. Na introdução a esta carta, Jesus lembra à igreja que Êle é o Filho de Deus. Para ela, Êle é simplesmente o filho de José e de Maria. E ao mesmo tempo, erradamente, atribui divindade a Maria.
Na carta a Tiatira, o Senhor tem uma palavra especial de encorajamento aos crentes fiéis ameaçados de se tornarem vítimas da poderosa e tirânica Igreja Católica Romana, durante as chamadas guerras santas:
"Mas a vós digo, e ao resto de Tiatira, a todos quantos não seguem esta doutrina e não conheceram, como lhes chamam, as profundezas de Satanás, que não vos porei nenhuma outra carga.Mas agarrai-vos ao que tendes, até que Eu venha. E ao que vencer, e guardar as Minhas obras até ao fim, a êsse Eu darei poder sôbre as nações – e as regerá com vara de ferro, e serão feitas em pedaços como vasos de oleiro, como tambem recebi de Meu Pai. E dar-lhe-ei a Estrêla da Manhã." (Apocalipse 2:24-28)
Através dos tempos, tem sido grande o número de mártires que encontrou encorajamento nestas promessas. Se se mantiverem fiéis e não negarem a sua fé em Cristo, reinarão com Êle no Seu reino milenário. E, nêste reino, a desordem, a corrupção e as leis de duas faces não vão subsistir, pois a justiça e a retidão serão as únicas regras válidas. A Estrêla da Manhã é a promessa do Senhor Jesus para um novo dia, que amanhecerá sôbre êste mundo nêgro.
O período de Tiatira continuou através da Idade Média, até à Reforma Protestante.

5. Sardis – A igreja morta
Fazer referência à igreja da Reforma, no contexto profético desta carta, como igreja morta, é aparentemente um paradoxo. No entanto, o Senhor afirma: "Eu conheço as tuas obras, que te consideras viva, mas estás morta" (Apocalipse 3:1). Durante êste período, apenas uma parte da igreja foi teològicamente reformada, devido a terem sido expostos os êrros da Igreja Católica Romana e a ter sido re-instituido o conceito da graça. Contudo, a despeito destas necessárias alterações, continuava a haver, em geral, falta de verdadeira santidade na igreja. O movimento reformista não chegou a todos os níveis das actividades da igreja, pois não tinham sido aínda estabelecidas igrejas de crescimento dinâmico, que pudessem evangelizar a idolatria das áreas à sua volta. O Senhor reprova-as pela sua indiferença para com êste sério problema: "Sêde vigilantes, e fortalecei as coisas que vos restam e estão prestes a morrer; pois não encontrei as vossas obras perfeitas perante Deus." (Apocalipse 3:2)
Cristo apresenta-Se a esta igreja como sendo Aquele que possui os sete Espíritos de Deus. Êste atributo do Senhor, era de aplicar directamente ao problema desta igreja, pois ela não mostrava o zêlo evangelístico que é de esperar de uma igreja cheia do Espírito Santo. Ela começara bem, mas aínda necessitava da experiência de uma rendição total ao Espírito Santo, para obter o poder e motivação que a levassem a cumprir a missão da igreja do Novo Testamento.
A História confirma, que, durante os 200 anos da sua existência, a igreja da Reforma fez menos trabalho de evangelização, do que em 20 anos do período seguinte de Filadélfia. Esta deficiência, pode atribuir-se a formalismo teológico, destituido da devoção e dedicação devidas Àquele que enviou o Seu Espírito para dotar a igreja de poder vindo do alto.
No entanto, havia tambem exceções. Muitos dos reformadores enfrentaram tremendas ameaças pessoais e estavam preparados para defender a sua posição declarando as suas convicções em público. A êstes, é dado o encorajamento: "Tu tens alguns nomes, mesmo em Sardis, que não contaminaram as suas vestes; e êles caminharão Comigo vestidos de branco, pois são dignos." (Apocalipse 3:4)

6. Filadélfia – A igreja evangelizadora
Filadélfia significa amor fraternal, e êste amor foi certamente a fôrça por trás do reavivamento e esforços missionários globais, que caracterizaram os anos entre 1750 e 1900. Cheios do Espírito Santo, homens de fé tornaram-se pioneiros, levando a luz do evangelho às regiões desconhecidas da Ásia, África, América do Sul e regiões insulares. Mal equipados e muitas vezes em risco das próprias vidas, devido à hostilidade dos locais, às doenças tropicais e aos animais selvagens, êstes missionários aceitaram o desafio difícil que os enfrentava. As linguas indigenas eram estudadas com grande devoção. Faziam-se traduções da Bíblia, abriam-se escolas e prestava-se assistência médica com os magros proventos que lhes chegavam às mãos, de congregações e missionários amigos dos seus países de origem.
Em face de todos êstes problemas, o trabalho progredia, porque o Senhor estava nêle. Isto é o que o Senhor tem a dizer aos Seus fiéis embaixadores: "Vede – Eu coloquei à vossa frente uma porta aberta que ninguem pode fechar; porque tendes alguma fôrça, mantivesteis a Minha palavra e não negasteis o Meu nome." (Apocalipse 3:8)

Entre os heróis da fé que, a seu tempo, incendiaram o mundo com a mensagem de Cristo, contam-se nomes como George Whitefield, John Wesley, Charles Finney, D.L. Moody, Hudson Taylor, William Carey, Andrew Murray e muitos outros.

O Senhor encoraja os Seus servos a trabalhar em circunstâncias difíceis, a aguentar-se e a não perder o ânimo ao longo do caminho:
"Olhai, Eu venho rápido! Agarrai-vos bem ao que tendes, para que ninguem vos tire a vossa corôa." (Apocalipse 3:11; ver tambem Hebreus 11:24-26).

É de notar, que apenas a igreja evangelizadora de Filadélfia e a igreja mártir de Smirna não foram criticadas pelo Senhor por haver apostasia nas suas congregações. O verdadeiro chamamento da Igreja de Cristo, cumpre-se na fidelidade e negação do 'eu', quaisquer que sejam as circunstâncias difíceis prevalecentes na Terra.

7. Laodiceia – A igreja materialista
A confortável e morna igreja de Laodiceia, é típica da igreja do século vinte e, como tal, reflete o último período da história da igreja. Como nos períodos anteriores, podem-se reconhecer nela alguns elementos de todos os sete tipos de igreja, mas o elemento dominante é o de Laodiceia. Uma situação alarmante semelhante, prevalece hoje na maior parte das igrejas modernas. Satisfeitas com a sua aparência exterior de santidade, continuam no caminho de um louvor formalista, não se dando conta ao mesmo tempo da sua probreza espiritual. A pezar da sua prosperidade e bem organizadas atividades, Cristo não é louvado com um coração sincero. O Senhor desliga-Se dessa religião humanista, que aspira apenas às aparências exteriores. E dá-nos a razão dessa Sua atitude:
"Assim, portanto, porque não estás nem fria nem quente mas apenas morna, hei-de te cuspir da Minha bôca. Porque tu dizes enriqueci-me e sou rica, e não tenho falta de nada – e não compreendes que estás desgraçada e és miserável, pobre, cega e nua.'' (Apocalipse 3:16, 17 e tambem 1 Timóteo 6:7-12).

A riqueza que caracteriza tão fortemente as igrejas laodiçaicas, é constituida por mais que simples possessões materiais. Refere-se tambem aos êxitos intelectuais do homem moderno, e à sua aptidão para procurar soluções políticas para os seus problemas. Encantado com a sua complacência e auto-justificação, mostra relutância em reconhecer a sua dependência de Deus, e é tambem orgulhoso, não se Lhe querendo curvar.

Laodiceia quer dizer direitos humanos, e a palavra reflete claramente a natureza humanística desta igreja. Como instituição, a igreja é agora controlada pelo homem e é usada como instrumento para a criação de uma sociedade mais humanística (centrada no homem). O resultdo é que, toda ela mostra apenas uma simples forma de religião. O homem é o seu próprio deus e prega um evangelho artificial de prosperidade, baseado na acumulação de riquezas seculares e obras humanísticas.

Laodiceia, reflete a imagem do homem racional sem fé, que discute todas as coisas com o cérebro. Por conseguinte, a sua religião limita-se ao conhecimento intelectual da Bíblia. A experiência real da fé, que inclui a aceitação da promessa de Deus do renascimento, é-lhe estranha. Com a sua interpretação alegórica e relativista da Bíblia, êle pode pôr de parte êstes requisitos espirituais básicos e ensinar os seus adeptos a fazer o mesmo. Êste processo conduz ao estabelecimento de um Cristianismo nominal e de igrejas que se avaliam apenas de acôrdo com as normas humanas. Tomando como base os seus parâmetros acadêmicos, o homem considera-se excepcionalmente bom.

A auto-decepção desta natureza traz consequências gravíssimas. As pessoas dêste tipo, sem renascimento espiritual, não pertencem ao Senhor. No caso de suspeitarem que algo lhes falta, ou racionalizam a sua fé, ou procuram refúgio num ritual religioso como o Batismo ou a Santa Comunhão. Estas atitudes são tambem erróneas, pois tais rituais foram instituidos para fortalecer ou confirmar a fé já existente, do crente. Não produzem fé. A dedicação real a uma vida de fé, é declarada numa oração sincera, e recebida como dádiva de Deus.

Em Apocalipse 3:20 lemos que, embóra o Senhor Jesus se desassocie do louvor ôco de Laodiceia, mostra grande preocupação com essa gente enganada, e pede-lhe insistentemente que se arrependa. É por êste motivo que Êle está à porta da igreja do século vinte, e bate à porta, para que os que estão dentro compreendam a sua fome espiritual e aceitem o Seu convite para uma festa revitalizadora:
"Olhai, Eu estou à porta e bato. Se alguem ouvir a Minha voz e abrir a porta, Eu virei até si, e jantarei com êle e êle Comigo."

Exceptuando algumas igrejas e congregações que por certo não podem ser classificadas como laodiçaicas, o facto é que a maior parte das igrejas de maior vulto está a comprometer-se com o mundo. Estão empenhadas em esforços concentrados para encontrarem soluções para os problemas políticos, económicos e sociais dos nossos dias, que são cada vez mais profundos. O declínio teológico e os baixos valores espirituais que acompanham êste processo de secularização, vão continuar até ao aparecimento do Senhor para levar Consigo os Seus servos fiéis.

Devido à sua atitude egoísta e forte envolvimento nos assuntos seculares, a igreja dos últimos dias está espiritualmente falida, e profèticamente sem visão. O arrebatamento dos verdadeiros crentes vai constituir portanto um tremendo choque, para os teólogos, ministros da igreja e próprios membros da mesma. Vai ser um acontecimento sobrenatural, que desafiará toda a explicação racional, e forçará as pessoas a fazer uma avaliação honesta dos fatos fundamentais da Bíblia. Abençoados aqueles que se dirigem à Biblia para obter respostas, e estão reconciliados com o Salvador. Os outros continuarão no caminho da decepção, e far-se-ão membros da falsa igreja mundial do Anticristo.

Désteis por acaso ouvidos a estas cartas pessoais do Senhor Jesus, dirigidas à Sua Igreja na terra? Em caso afirmativo, as vossas fraquezas espirituais terão sido identificadas, e as soluções corretas foram-vos dadas. À luz dêstes fatos, sabereis agora se estais ou não no bom caminho. Se estais, não tendes motivo para recear o futuro.

Mas se não estais salvos, ou estais apenas na condição de mornos, e não levásteis aínda a sério os avisos do Senhor e o seu chamamento ao arrependimento, então estais a caminho de uma tremenda desilusão espiritual. Quer o compreendais quer não, a condenação e a escuridão eterna esperam-vos. O fim da era da igreja está a chegar, e em breve todos nós teremos de dar conta da nossa fé, ou da falta dela. O melhor é seguir o conselho de Isaías para tempos como o de hoje:
"Procurai o SENHOR enquanto Êle pode ser encontrado, clamai por Êle enquanto está perto." (Isaías 55:6)


A pergunta é: se nos enquadramos como uma igreja destas igrejas o que devemos fazer para voltar a vontade de Cristo?

Busque o batismo no Espírito Santo consagrando a sua vida a Cristo em jejum e oração que Ele vai te responder, não mude de congregação ou igreja, seja sal onde você estiver.

O Senhor não vem buscar placas, mas sim pessoas convertidas e tranformadas pelo poder e a ação de sua palavra.

Graça e Paz

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Seja você mesmo

Recebi este pensamento pela Internet e achei interessante compartilhar.

Se você é um vencedor, terá alguns falsos amigos
e alguns amigos verdadeiros. Vença assim mesmo...

Se você é honesto e franco, as pessoas podem enganá-lo.
Seja honesto e franco assim mesmo...

O que você levou anos para construir alguém pode destruir de
uma hora para outra. Construa assim mesmo...

Se você tem paz e é feliz, As pessoas podem sentir inveja.
Seja feliz assim mesmo...

Dê ao mundo o melhor de você, mas isso pode nunca ser o bastante. Dê o melhor de você assim mesmo...

Veja você que, no final de tudo, Será você e Deus, E não você... e as pessoas...

(Autora Joanna de Angelis)

domingo, 2 de agosto de 2009

Escola Bíblica de Férias

Conhecendo Cristo nas férias

As crianças da igreja participaram convidando outras crianças.
Foi uma benção usamos o material da AMME Evangelização.
Passamos o filme e distribuimos as revistas "O Livro da Vida".
Com lanche e muita brincadeira.
Na hora do apelo 30 crianças vieram a frente para Cristo.
Tivemos a participação de 50 crianças.
Obrigado a AMME Evangelização pelo material cedido de ótima qualidade.
Muito obrigado aos irmãos que colaboraram no lanche.
As jovens que participaram na coordenação e dinâmicas do evento as irmãs da produção de brindes e brincadeiras com papel.
Gloria a Deus!!
Que o Senhor abençoe a todos que colaboraram neste trabalho de evangelização.

Obrigado Deus por mais estas vidas!!

Graça e Paz

quarta-feira, 22 de julho de 2009

No Brasil não é proibido pensar

Com certeza os dias que vivemos são dias difíceis, tanto no que tange aos costumes, a vida financeira, aos valores de nossa sociedade e a nossa religiosidade.

Mas alguns podemos dizer incidentes chamam mais a nossa atenção. Neste
último verão recebemos de presente da Editora Vida Nova vários exemplares do livro: Respostas Evangélicas a Religiosidade Brasileira, para serem ofertados aos formandos da turma dos Cursos de Capacitação Ministerial e Básico de Teologia 2008 do nosso Seminário Teológico El Elyon e aos pastores.

O que primeiro nos chamou a atenção em relação ao livro foi o número de autores: 12 talvez fazendo menção aos 12 apóstolos, o seu conteúdo é ótimo e vale a pena ser lido, muito útil para o nosso crescimento, por ter sido muito bem preparado.

Autores:
Abdrusschin Schaeffer Rocha, Clinton Sathler César, Daladier Lima dos Santos, Davi augusto Oliveira Pinto, Erley Mairon Faria da Silva, Eudes Oliveira de Alencar, José Luiz Martins Carvalho, Lenita de Paula Souza Assis, Marcos A. Jensen dos Santos, Mateus Ferraz de Campos, Rodrigo Ferreira Gonçalvez, Wander de Lara Proença.

“A religiosidade brasileira é um tema ao mesmo tempo polêmico e fascinante.
... Iniciativa arrojada e pelo fato de a diretoria desta editora haver concedido mais um espaço para que o povo evangélico brasileiro pudesse escrever sua própria teologia. Também democrática, pois baseada na premissa de que todos possuem o direito de manifestar sua opinião”
. (Parte do texto da contra capa do livro).

Imaginamos o desafio que foi escolher os melhores trabalhos e as diferentes correntes teológicas que cada um tratava, mas valeu a pena, muito bom, Gloria a Deus !!

O que nos alegra muito é saber que esta editora considera, relava e publica as diferentes linhas do pensamento teológico cristão brasileiro.

Parabéns Editora Vida Nova, o nome da editora já nos leva a refletir sobre a possibilidade de uma novidade de vida onde todos respeitaremos as diferentes correntes do pensamento teológico cristão.

E saber que vale a pena estudar teologia no Brasil porque os formandos ou formados podem expor seus pensamentos, em outras palavras no Brasil também se faz teologia.

Temos grandes ícones em varias áreas do conhecimento humano:
Na música: Vila Lobos, Tom Jobim, Feliciano Amaral, Kleber Lucas, Cassiane, entre outros.
Na política: Getulio Vargas, Luiz Inácio Lula da Silva. Citado por Barack Obama (USA) como grande líder mundial.
Das letras: Rui Barbosa, Machado de Assis, Mario Barreto França, entre outros.
Da teologia: Rubens Alvez, Bruno Forte, Luiz Sayão, Ismael Belo, entre outros.

Então meu amigo(a) mesmo que não aceitem os teus escritos ou pensamentos, não pare porque a perfeição virá com o tempo.

Alguns denominam a nossa teologia brasileira de: Tupiniquim, tabajara, R$ 1,99, fica triste não, é que eles aprenderam que só existiu teologia ou teólogos na idade média ou da escuridão como alguns chamam aqueles anos. Com o passar do tempo eles irão descobrir a nossa teologia e os nossos teólogos, nós estamos no século XXI e o Brasil necessita de teólogos hoje, agora, seja um deles na sua igreja ou comunidade. Sempre que você meu irmão(a), lê a sua Bíblia e compartilha com alguém a sua interpretação do texto Sagrado você esta fazendo teologia. Que benção nosso Deus é assim, não faz acepção de pessoas, Gloria a Deus !!!

O que diz a Bíblia
I Timóteo cap. 4
12 Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza.
13 Persiste em ler, exortar e ensinar, até que eu vá.
14 Não desprezes o dom que há em ti, o qual te foi dado por profecia, com a imposição das mãos do presbitério.
15 Medita estas coisas; ocupa-te nelas, para que o teu aproveitamento seja manifesto a todos.

O Apostolo Paulo lembra a Timóteo algumas condições para que lê faça a diferença:
1. Dar exemplo: na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza.
2. Conhecimento: Persistir em ler, exortar e ensinar.
3. Espiritualidade: Não desprezar os dons dados pelo Santo Espírito.

Em todos os carros existem três espelhos sendo um interno e dois externos chamados "retrovisores", que servem para vermos como estão as coisas na nossa reta guarda e lateras, acreditamos que seja assim na teologia esteja sempre relendo o que escreveram aqueles que nos antecederam, para alcançarmos vôos maiores. Se você dirige apenas olhando para traz, (retrógrado), pode provocar um acidente, se ficar olhando para frente o tempo todo também pode ser perigoso, (alheio ao seu tempo), então não se esqueça: olhe sempre para frente não esquecendo de rever o passado, tendo sempre a Bíblia (não existe maior fonte de conhecimento) como regra de fé e prática, buscando a orientação do Santo Espírito (Contextualizado).

Respostas Evangélicas à Religiosidade Brasileira – São Paulo: Vida Nova, 2004. (180 Páginas).

Viva ao povo brasileiro!!

Brasil você é celeiro do mundo!!

Graça e Paz,

Pr. Moabi Brito

terça-feira, 30 de junho de 2009

Líder ou Chefe?

A nossa sociedade necessita de lideres, pessoas capazes para tomar decisões nas mais diferentes áreas de nossas vidas.

Na vida cristã não é diferente. A todo tempo estamos sendo chamados para tomar decisões.

Às vezes pensamos que estas demandas são apenas atuais, mas quando olhamos o texto Sagrado vemos que o Senhor já orientava Moisés na primeira instituição de juízes que iriam julgar sobre o povo de Israel.

Êxodo 18
21 E tu dentre todo o povo procura homens capazes, tementes a Deus, homens de verdade, que odeiem a avareza; e põe-nos sobre eles por maiorais de mil, maiorais de cem, maiorais de cinquenta, e maiorais de dez;
22 Para que julguem este povo em todo o tempo; e seja que todo o negócio grave tragam a ti, mas todo o negócio pequeno eles o julguem; assim a ti mesmo te aliviarás da carga, e eles a levarão contigo.

Carateristicas destacadas:
.Capacidade.
.Tementes a Deus.
.Verdadeiros.
.Não avarentos.

O Senhor Deus, usa o sogro de Moisés para alertá-lo sobre o excesso de trabalho e a divisão de tarefas e uma das suas características na liderança da nação de Israel.

Mas a tomada de decisão exige do líder algumas condições para que possa exercer bem seu cargo ou função.

Na primeira carta do apostolo Paulo a Timoteo no capítulo 3 encontramos:
1 ESTA é uma palavra fiel: se alguém deseja o episcopado, excelente obra deseja.
2 Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar;
3 Não dado ao vinho, não espancador, não cobiçoso de torpe ganância, mas moderado, não contencioso, não avarento;
4 Que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia
5 (Porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus?);
6 Não neófito, para que, ensoberbecendo-se, não caia na condenação do diabo.
7 Convém também que tenha bom testemunho dos que estão de fora, para que não caia em afronta, e no laço do diabo.

Aqui encontramos mais exigências para a vida de um lider exemplar:
.Irrepriensivél.
.Fiel a esposa ou ao marido.
.Vigilante.
.Sóbrio.
.Honesto.
.Hospitaleiro.
.Apto a ensinar.
.Não dado ao vinho.
.Não espancador.
.Não cobiçoso.
.Não contencioso.
.Não avarento.
.Não neófito.

Estas recomendações do Apostolo Paulo sobre o lider nós iremos encontrar em outras cartas, confirmando a vontade do Senhor da igreja para a vida dos seus líderes.

Na liderança da igreja a exigência do lider é maior que na vida civil.

Temos duas figuras que podemos encontrar no comando da sociedade ou na vida da igreja: O líder ou o chefe.

Vejamos algumas diferenças:

O Líder: De manhã cedo já está pronto para o que der e vier.
O Chefe: De manhã cedo já está cansado.
O Líder: Planeja seu dia.
O Chefe: Apenas reage aos acontecimentos.
O Líder: Têm planos e metas muito claros.
O Chefe: Tem desculpas prontas.
O Líder: Tenta descobrir por que determinada ação ou procedimento não está funcionando.
O Chefe: Culpa os outros quando alguma coisa não está funcionando.
O Líder: Está sempre pronto para tomar decisões ou resolver problemas.
O Chefe: Diz: “E o que você quer que eu faça?”.
O Líder: Assina e lê boletins e revistas que o ajudem em sua carreira profissional e ministerial.
O Chefe: Acha que boletins e revistas profissionais são perda de tempo e dinheiro.
O Líder: Procura ganhar, no dia-a-dia, o respeito dos outros.
O Chefe: Reclama por não ser respeitado.
O Líder: Faz o que é melhor.
O Chefe: Faz o que os outros fazem.
O Líder; Cuida de sua carreira e seu ministério.
O Chefe: Tem medo de perder o Cargo.
O Líder: Investe seu dinheiro em crescimento profissional e pessoal para aprimorar seu desenvolvimento e da Igreja.
O Chefe: Acha um absurdo gastar o que ganha em “coisas da Igreja”.

O nosso país esta passando por momento impar quando a nossa câmara maior o Senado, esta sendo mais uma vez questionado e investigado, sobre desvios de conduta e ações incoerentes com a orientação daquela casa, que deve ser símbolo de probidade, honestidade e transparência administrativa.

E o que nos chama a atenção é saber que o líder atual desta casa já foi nosso Presidente da República e esta sendo orientado deixar o cargo.

Isto que parece ser, mais um escândalo em nosso país, ou será que é mais uma demonstração de que nós como cidadãos não estamos preparados para assumir posições e tomar decisões que afetam direta e indiretamente a vida de muitos.

E comum pensarmos que nós como cidadãos evangélicos não temos nada a ver com isso e como igreja de Deus.

Creio que esta seria, mas uma visão distorcida da função da igreja de Deus na terra.
Nós somos “Sal e Luz”, temos que fazer a diferença.

Se estamos aqui para demonstrar na prática como viver uma vida sadia e coerente com a vontade do ETERNO – acreditando que a Bíblia Sagrada é o melhor manual para a vida - nada mas justo - que venhamos a demonstrar a nossa opinião, porque a igreja tem sido questionada todo o tempo pela sociedade civil.

É comum ouvirmos que a fé e política não combinam, mas como vamos fazer a diferença?
Olhando o que esta acontecendo sem nada fazer?

Cremos que o Senhor o dono da Igreja quer que essa igreja faça a diferença nestes dias.

Se levarmos em consideração o mandamento do Senhor Jesus (Mt. 28:19.20), veremos que é de fato obrigação da igreja ensinar a melhor maneira de viver.

Acreditamos que a igreja do Senhor é celeiro, e nós como seus lideres devemos nos preocupar como estamos orientando os nossos discípulos.

Pois do seio da igreja iram surgir lideres de todas as áreas da nossa sociedade, não apenas da igreja, mas também da sociedade em geral que vive e cresce fora dos ensinos ditados pela palavra de Deus.

Por esta razão a pergunta? Líder ou chefe?

O que o nosso país esta necessitando agora?

A igreja do senhor é o maior celeiro para responder a todas as questões e anseios da nossa vida cotidiana. Porque nós temos a mente de Cristo, portanto estamos aptos para fazer a diferença.

Se você meu amado irmão tem esse chamado para a vida pública ore ao senhor se prepare e a vá a luta por o Senhor Deus ETERNO será contigo nesta caminhada.

Josué 1
6 Esforça-te, e tem bom ânimo; porque tu farás a este povo herdar a terra que jurei a seus pais lhes daria.
7 Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo, para teres o cuidado de fazer conforme a toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que prudentemente te conduzas por onde quer que andares.
8 Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido.
9 Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o SENHOR teu Deus é contigo, por onde quer que andares.

Estejamos preparados para fazer a diferença em qualquer ou posição que nos for dada, sempre olhando para o alvo que é Cristo.

Quando olhamos para os homens públicos que se destacaram em nossa sociedade contemporânea percebemos que muitos deles tiveram berço religioso.

Encontramos na Bíblia vários exemplos de liderança, Noé, Abraão, Jose, Moisés, Davi,Paulo, etc.

Todos com qualidades e limitações, percebemos que a Bíblia continua sendo fonte de pesquisa para que possamos ver o modelo ideal de líder para os nossos dias.

A nossa responsabilidade é cada vez maior como alguém que é destinado em Jesus para fazer a diferença, devemos tomar a nossa posição e sermos de fato o Sal da Terra e a Luz do mundo.

Façamos diferença como Igreja do Senhor.

O Senhor Jesus foi o maior exemplo de líder que podemos encontrar na história da humanidade.E continua sendo um líder sempre presente em nossas vidas.

A igreja de Cristo necessita de homens e mulheres capazes a serviço do Senhor e a sociedade civil também.

Você é josué de Deus!!

Que sejamos lideres exemplares engajados na obra do nosso Deus !

Graça e Paz

Pr. Moabi Brito

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Lei ou Ética

...à ética da Lei de Moisés. Ela exige: “Não adulterarás” (Êx 20.14). Mas Jesus disse: “qualquer que olhar para uma mulher com intenção impura, no coração, já adulterou com ela” (Mt 5.28). A lei de Moisés impõe: “Não matarás” (Êx 20.13). Mas Jesus ensina: “Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem” (Mt 5.44).

A ética estabelecida por Jesus Cristo supera tudo que já houve em matéria de lei moral e toda e qualquer possibilidade dentro da ética humana.

O Senhor Jesus exige que cumpramos normas opostas ao nosso comportamento natural.

Essa ética estabelecida por Jesus só pode ser seguida por pessoas que nasceram de novo, que entregaram todo o seu ser ao Senhor:

“Porei no seu coração as minhas leis e sobre a sua mente as inscreverei” (Hb 10.16).

A Bíblia diz, ainda, acerca dos renascidos: Deus “...nos habilitou para sermos ministros de uma nova aliança, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata, mas o espírito vivifica” (2 Co 3.6).

Curiosamente, Paulo escreveu essas palavras justamente à igreja que tinha mais problemas com ira, ciúme, imoralidade, libertinagem e impureza espiritual entre seus membros.

Mas, ao admoestá-los, ele estava dizendo aos crentes de Corinto – e, por extensão, a todos nós – que é possível ter uma ética superior e viver segundo os elevados preceitos de Jesus quando nascemos de novo.

Vivendo assim os cristãos não estão rejeitando a ética da Lei de Moisés mas estabelecem uma ética muito superior, a ética do Espírito Santo, do qual a Bíblia diz: “Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio. Contra estas coisas não há lei” (Gl 5.22-23).

Como, porém, colocamos isso em prática? Simplesmente vivendo um relacionamento íntimo e autêntico com Jesus Cristo. O que pensamos, o que falamos, o que fazemos ou deixamos de fazer deve ser determinado somente por Jesus: “E tudo o que fizerdes, seja em palavra, seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus” (Cl 3.17).

Será que hoje nós ainda necessitamos destas leis ou desta ética? Ou ficou para a igreja do 1º Século?

Certamente, o ser humano deste da sua tenra idade necessita de normas e regras para uma vida sadia. Quando este ser cresce as suas obrigações aumentam algumas normas são modificadas. Creio que na vida cristã também temos um nascimento, crescimento e amadurecimento com normas e regras todo o tempo.

Viver o evangelho de Senhor Jeus é muito mais do que frequentar uma igreja, cantar um louvor, mas sim cumprir a sua vontade, não por uma obrigação da lei, mas por porque o amamos, e sabermos que Ele primeiro nos amou e por reconhecermos seu amor fazemos a sua vontade.

Na prática, devemos nos comportar como se tudo o que fizermos levasse a assinatura de Jesus. Somente quando nos entregarmos completamente ao Senhor Jesus poderemos produzir fruto espiritual.

Talvez nós mesmos nem o percebamos, mas certamente as pessoas que nos cercam perceberão que o Espírito está frutificando em nós.

Enquanto escrevo estas poucas linhas, minha esposa esta cantando: "Nenhuma condenação há, para aquele que esta em ti Jeus, cuja a vida coberta esta pelo sangue que Verteu na cruz...".

Estar em Cristo é de fato ser uma nova criatura, que foi lavada pelo sangue do Senhor Jesus.

Quando submetermos todo nosso ser ao Senhor, o fruto do Espírito poderá crescer em nós em todos os seus nove dons e desdobramentos.

Graças ao Bom Deus que no seu infinito amor continua nos orientando, nos levando a viver a sua palavra.

Que seja assim na vida de todos nós!

Amém

Graça e Paz

Pr. Moabi Brito

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Movimento Pentecostal no Brasil (História da Igreja)

A Igreja Pentecostal no Brasil
No Brasil, o Pentecostalismo chegou em 1910-1911, com a vinda de missionários originários da América do Norte: Louis Francescon, que dedicou seu trabalho entre as colônias italianas no Sul e Sudeste do Brasil, originando a Congregação Cristã no Brasil; Daniel Berg e Gunnar Vingren, que inciaram suas missões na Amazônia e Nordeste, dando origem às Assembléias de Deus no Brasil.

O movimento pentecostal pode ser dividido em três ondas

A primeira onda
Chamada pentecostalismo clássico abrangeu o período de 1910 a 1950 e iniciou-se com sua implantação no país, decorrente da fundação da Congregação Cristã no Brasil e mais tarde a Assembléia de Deus até sua difusão pelo território nacional. Desde o início ambas as igrejas caracterizam-se pelo anticatolicismo, pela ênfase na crença no Espírito Santo, por um modo de vida que rejeita os valores do mundo e defende a plenitude da vida moral.
Em 1932 em Mossoró-RN iniciou-se a Igreja de Cristo no Brasil sendo a primeira denominação evangélica nordestina e diferente das demais da época com ênfase na doutrina da perseverança dos salvos.

A segunda onda
Começou a surgir na década de 1950, quando chegaram a São Paulo dois missionários norte-americanos da International Church of The Foursquare Gospel. Na capital paulista, eles criaram a Cruzada Nacional de Evangelização e, centrados na cura divina, iniciaram a evangelização das massas, principalmente pelo rádio, contribuindo bastante para a expansão do pentecostalismo no Brasil. Em seguida, fundaram a Igreja do Evangelho Quadrangular.
Na década de 1960, surgiram: O Brasil para Cristo, Igreja Pentecostal Deus é Amor, Casa da Bênção, Igreja Unida, Igreja Primitiva e diversas outras menores.

A terceira onda
O movimento neopentecostal teve início na segunda metade dos anos 70.
Fundadas por brasileiros, a Igreja Universal do Reino de Deus (Rio de Janeiro, 1977), a Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra (Brasília, 1992) e a Renascer em Cristo (São Paulo, 1986) estão entre as principais. Utilizam intensamente a mídia eletrônica e aplicam técnicas de administração empresarial, com uso de marketing, planejamento estatístico, análise de resultados etc. Algumas delas pregam a Teologia da Prosperidade, pela qual o cristão está destinado à prosperidade terrena, rejeitando os tradicionais usos e costumes pentecostais. O neopentecostalismo constitui a vertente pentecostal mais influente e a que mais cresce. Também são mais liberais em questões de costumes.

Paralelamente ao Pentecostalismo, várias denominações protestantes tradicionais experimentaram movimentos internos, com manifestações pentecostais, assim foram denominados "Renovados, Avivados ou Restaurados", como a Igreja Presbiteriana Renovada, Convenção Batista Nacional, Igreja do Avivamento Bíblico e Igreja Cristã Maranata.

A doutrina de renovação do Pentecostalismo ultrapassou até mesmo as fronteiras do Protestantismo, surgindo movimentos de renovação pentecostal Católica Romana e Ortodoxa Oriental, como a Renovação Carismática Católica.

O nosso objetivo com estes textos é tentar popularizar o que ainda parece do domínio de alguns pelo menos na aparência é claro.
O direto ao conhecimento destas doutrinas e movimentos que nos parece ser útil aos nossos alunos, amigos e também aqueles que querem aprender um pouco mais e não podem freqüentar um seminário, comprar livros ou sentem vontade de conhecer da nossa fé..

E claro que aqui estão apenas resumos de cada assunto tratado que são vastos na sua totalidade, mas pensamos estar contribuindo, mesmo que bem pouco, temos consciência mas para despertar a curiosidade do saber teológico de nossos leitores.

“Houve um grande incêndio na floresta, todos os animais saíram em desespero procurando abrigo. Um solitário beija-flor foi até o rio mais próximo encheu se pequeno bico de água e voltou para o local do incêndio, apos deixar a sua "carga", foi parado por um elefante que lhe perguntou o que você pensa que esta fazendo? Tentando apagar o incêndio e você........?”

Existe uma demanda reprimida do saber teológico no meio evangélico do Brasil, mais nossos seminários e livros são caros .

O STEE um seminário interdenominacional, trabalha para levar até as pessoas a baixo custo um curso "presencial" todo apostilado de “Capacitação Ministerial e Básico de Teologia, para facilitar o entendimento de nossos alunos futuros obreiros e obreiras.

Não se sentido satisfeito o STEE agora traz via Internet um pouco do que é passado para nossos alunos. Tentando cumprir o Ide do Senhor, Mt 28:19,20.

Mt. 11:25

Graça e Paz

Pr. Moabi Brito

História da Igreja III O Novo Testamento (resumo)

Analisando o Novo Testamento

Os manuscritos originais (autógrafos) não existem mais, e foram reconstituídos a partir de cópias produzidas pelos primeiros pais da Igreja primitiva, ainda sem denominação. Também foram utilizados nesta reconstituição os livros apócrifos, documentos não bíblicos e comentários documentais dos mesmos pais da Igreja que produziram as cópias. Os originais desapareceram principalmente devido à fragilidade do material utilizado para escrever os livros, e pela ilegalidade do movimento, em seu início, o que implicava em perseguição à Igreja.

A veracidade dos escritos, no entanto, pode ser comprovada historicamente pelos motivos abaixo:

• Os Escritos de Marcos datam de 50 a 70 d.C.;
• Vários papiros contendo fragmentos do Evangelho de João foram encontrados no Egito, datando do século II, apenas uma geração após os autógrafos;
• Os escritos foram redigidos num momento muito próximo aos acontecimentos que os geraram;
• Existem cerca de 5400 escritos do Novo Testamento;
• O estilo dos escritos confere com aqueles utilizados no século I (grego coiné)
• Inscrições e gravações em paredes, pilares, moedas e outros lugares são testemunhos do Novo Testamento;
• Lecionários, que eram livros muito utilizados nos cultos da Igreja, continham textos selecionados da Bíblia para leitura, incluindo o Novo Testamento (Séc. IV - VI);
• Os livros apócrifos, apesar de não canônicos, apresentam dependência literária dos textos canônicos, chegando a imitá-los no conteúdo e forma literária, e citam vários livros que compõem o Novo Testamento;
• Os primeiros pais da Igreja comentam e fazem citações de praticamente todo o Novo Testamento.

Vale lembrar que os Evangelhos, que inauguram o Novo Testamento, contém a biografia e os ensinamentos de Jesus, o Cristo foram escritos entre os anos 50 a 70 d.C. aproximadamente..

Os Manuscritos do Mar Morto

Foram encontrados casualmente em uma gruta, nas encostas rochosas da região do Mar Morto, na região de Jericó, em março de 1947, por um pastor beduíno que buscava uma cabra perdida de seu rebanho. São jarros contendo manuscritos de inúmeros documentos dos Escritos Sagrados de uma seita judaica que existiu na época de Jesus, os Essênios. Várias outras grutas foram encontradas após este achado, com muitos outros documentos.

Os Manuscritos ou Documentos do Mar Morto tiveram grande impacto na visão da Bíblia, pois fornecem espantosa confirmação da fidelidade dos textos massoréticos aos originais. O estudo da cerâmica dos jarros e a datação por carbono 14 estabelece que os documentos foram produzidos entre 168 a.C. e 233 d.C. Destacam-se, nestes documentos, textos do profeta Isaías, fragmentos de um texto do profeta Samuel, textos de profetas menores, parte do livro de Levítico e um targum (paráfrase) de Jó.

Os Textos Massoréticos
Alguns sábios judeus, chamados massoretas, iniciaram, entre os séculos VI a X d.C., um trabalho de padronização dos textos hebraicos do Antigo Testamento. Estes textos, como se sabe, foram escritos praticamente sem vogais. No trabalho de padronização, foram inseridas as vogais nos textos originais, o que contribuiu para o desaparecimento dos mesmos.

Língua e manuscritos do Novo Testamento

Os escritos do Novo Testamento se utilizaram do grego coiné (comercial), amplamente conhecido e utilizado no século I, como conseqüência do império de Alexandre, o Grande. Esse idioma possuía muitos recursos lingüísticos e precisão técnica, não encontrados no hebraico, o que permitiu uma maior e mais rápida propagação dos textos entre os povos (assim como o inglês moderno, nos tempos atuais). O grego chegou a ser considerado pela Igreja Católica como a língua do Espírito Santo.

Principais manuscritos


O Novo Testamento tem como característica principal uma imensa quantidade de escritos e evidências externas. Alguns manuscritos, entretanto, merecem destaque. São eles:

Os papiros - produzidos quando o movimento iniciado pelos discípulos de Jesus ainda era ilegal. Datam dos séculos II e III d.C. e constituem valioso testemunho da veracidade do Novo Testamento, pois surgiram a apenas uma geração dos autógrafos originais. Seus representantes mais importantes são:
• p52s ou fragmento de John Rylands (117 - 118 d.C.) - encontrado no Egito, contendo parte do Evangelho de João;
• p45, p46 e p47 ou Papiros Chester Beaty (250 d.C.) - contendo quase todo o Novo Testamento (o p45 contém os Evangelhos e o livro de Atos dos Apóstolos; o p46, a maior parte das cartas de Paulo; e o p47, parte do Apocalipse);
• p66, p72 e p75 ou Papiros de Bodmer (175 - 225 d.C.) - igualmente importantes, incluindo-se entre eles Unciais cuidadosamente impressos e com muita clareza (o p66 contém parte do Evangelho de João e data do ano 200; o fragmento p72 contém cópias de Judas e de I e II Pedro; e o p75 contém a mais antiga cópia do Evangelho de Lucas (175 a.C.).

Os Unciais - manuscritos em caracteres maiúsculos, escritos em velino e pergaminho. Constituem os escritos mais importantes do Novo Testamento, dos séculos III a V. Existem cerca de 297 Unciais, entre eles:
• Códice Vaticano - é o mais antigo dos Unciais (325 - 350 d.C.) e foi desconhecido dos estudiosos bíblicos até 1475, quando foi catalogado na biblioteca do Vaticano; contém a maior parte do Antigo Testamento (versão dos LXX) com os apócrifos e o Novo Testamento em grego;
• Códice Sinaítico (Álefe) - data do século IV e possui poucas omissões;
• Códice Efraimita - originou-se em Alexandria, no Egito, em cerca de 345 d.C.;
• Códice Alexandrino - data do século V;
• Códice Beza ou Cambridge - cerca de 500 d.C.; é o manuscrito bilíngüe mais antigo do Novo Testamento. Foi escrito em grego e latim;

Os Minúsculos - documentos escritos em caracteres minúsculos que datam dos séculos IX ao XV, somando mais de 4000 documentos, entre manuscritos e lecionários (livros muito utilizados nos cultos da Igreja, que continham textos selecionados da Bíblia para leitura, incluindo o Novo Testamento).

Hoje quando nos referimos ao texto original estamos nos referindo a língua original, por que não temos acesso a este material e como eles estão muito desgastados pelo tempo não da para serem manuseados em uma pesquisa.

Pr. Moabi Brito

Nova TV ADORAÇÃO

CONGRESSO DA JUVENTUDE

CONGRESSO DA JUVENTUDE

Saudação

Sejam bem vindos ao nosso ponto de encontro.

Nestes dias temos lido e ouvido muitas versões ou entendimentos das verdades biblicas, mas há que se dizer que sempre houve e haverá opiniões diferentes devido a vários fatores que permeiam a nossa vida cotidiana.

A nossa intenção aqui, é apenas expressar o nosso endendimento pensando estar de alguma forma contribuindo na construção do pensamento teológico cristão brasileiro atual.


Nosso e-mail: igrejaprimitivamaceio@yahoo.com.br

Seminário Teológico El Elyon

As inscrições para o STEE já estão abertas.
Faça logo a sua matricula!!
Onde se inscrever:
R. Demetrio de Freitas, 98 - Maceó - IPS - Cep: 24.310-100
Por e-mail:
moabibrito@yahoo.com.br
prmoabilins@hotmail.com





Como os outros te vêem

Resultado: 39 pontos

Os outros te vêem como alguém sensível, cauteloso, prático e cuidadoso. Te vêem como inteligente, talentoso, mas modesto. Não uma pessoa que faz amigos muito rápido e fácil, mas alguém extremamente leal aos amigos que você faz e que espera a mesma lealdade deles. Aqueles que realmente te conhecem percebem que é difícil abalar sua confiança em amigos, mas também leva um bom tempo para recuperá-la se esta confiança se acaba.

Teste de Personalidade

Oferecimento: InterNey.Net

Livros Recomendados

Como Deus Cura a Dor. Mark W. Backer - Ed. Sextante. 2008.
Respostas Evangélicas à Religiosidade Brasileira. Ed. Vida Nova. 2004.
Sabedoria Pastoral. David W. Wong. Ed. Descoberta. 1999
Guia Básico para a Interpretação da Bíblia. Robert H. Stein - Casa Publicadora das Assembleias de Deus. 1935
A Igreja no Império Romano. Martin N. Dreher. Ed. Sinodal. São Leopoldo, RS. 1993.
Vozes do Cristianismo Primitivo. E.Glenn Hinson & Paulo Siepierski. Ed. Temática Publicações, SP.
Sem Medo de Viver. Max Lucado. Ed. Thomas Nelson Brasil. RJ.2009.
A Palavra de Deus e A palavra do homem. Karl Barth. Ed. Novo Século. São Paulo. 2004.
A(s) Ciência(S) da Religião no Brasil. Faustino Teixeira. Ed. Paulinas. São Paulo. 2001.
Plano Mestre de Evangelismo. Robert Coleman. Ed. Mundo Cristão. São Paulo. 2006.
Direito & Psicanálise. Chaia Ramos. Ed. Atos & Fatos. Rio de Janeiro. 2001.
De Pastor para Pastores. Um testemunho pessoal. Irland Pereira Azevedo - Rio de Janeiro -Ed. JUERP. 2001


Postagens populares

Meu saudoso pai

Meu saudoso pai
Fundador da IPS

Escrita na parede

O destino da humanidade

A Previsão do Tempo

Blog Amigo

MOMENTO DA PALAVRA

MOMENTO DA PALAVRA

Teste os Seus Conhecimentos Biblicos

Resultado: 9 pontos

Parabéns! Você possui um bom conhecimento da Bíblia, pode se considerar um 'expert' em textos sagrados.

Teste Seus Conhecimentos Bíblicos.

Oferecimento: InterNey.Net

Adicione este site aos seus favoritos

Obrigado pela sua visita desde 2007