terça-feira, 31 de julho de 2007

A Igreja Cristocêntrica


Mar da Galileia

A historia da igreja de Jesus o Messias

Quando ouvimos dizer que a igreja tal contem a mensagem de Cristo, se faz necessário olharmos um pouco para a história universal para podermos tentarmos fazer uma pequena análise mesmo que superficial dos fatos acontecidos.

Para iniciarmos esta pequena exposição devemos primeiro pontuar sobre as mortes dos discípulos de Jesus. Quem foi o último a morrer para ser balizador do caminhar da igreja fundada por Cristo?
João a apostolo do Apocalipse, depois dele os presbitéros todos seguidores da doutrina cristã deram continuidade a evangelização de toda Europa.

Ao começarmos temos dificuldade de nomearmos qual a primeira igreja colocada como modelo para ser seguido? A de Jerusalém ou a de Antioquia? Talvez Corinto, ou seria a de Roma? O fato é que não podemos definir exatamente esta questão.
É praticamente impossível definir Cristianismo nas décadas e até mesmo séculos que se seguiram à vida e obra de Jesus. Pode-se afirmar, entretanto, que Jesus e seus seguidores imediatos desencadearam um movimento que recebeu vários nomes e apresentou características diversas. Esse movimento foi denominado cristianismo porque os vários grupos que o compuseram chamavam a si mesmos, Cristãos, apesar de existirem entre eles muitas diferenças.
Não houve apenas um grupo de irmãos atendendo ao chamado de Deus para a obra da evangelização e nem todos estavam Biblicamente corretos, existiam como hoje os falsos ou heréticos. Assim tivemos varias formas de cristianismo: Paulino, judaico, gnóstico, monástico, canobítico, apocalíptico entre outros. Alguns desapareceram com o passar do tempo. Esta diversidade ainda faz parte de nossa igreja hoje. A titulo de comparação no século.
Podemos colocar de acordo com o critério doutrinário, assim a classificação da evolução do cristianismo. Que vai do primeiro século Concilio de Constantinopla, até o Concilio de Calcedônia me 451, quando as controvérsias cristologicas foram, aparentemente resolvidas. É conveniente dividir este em três partes: apostólico (dos primeiros dias até Clemente, bispo de Roma - cerca 95), pré- Nicéia e pós Niceia. O primeiro concilio ecumênico de Niceia, em 325, tem uma grande importância em termos de periodização pois não apenas tratou de assunto doutrinários (a divindade de Cristo), como também representou o triunfo do cristianismo. Que depois transformaria a sociedade Romana. Segundo a Enciclopédia Cristã, de 1982, havia segundo estimativas, 1900 denominações eclesiatiscas no começo do século XX. Hoje esta estimativa chega a 22.000.

As doutrinas básicas
Essa problemática também está presente em outras áreas da pratica cristã, consideradas essências, como o Batismo e a ceia do Senhor. Jesus ordenou o batismo ( Mat. 28. 19). As igrejas primitivas diferentes das práticas atuais, batizavam em águas corrente, imergindo o batizando 3 vezes, respectivamente, em nome do pai, do filho, e do Espirito Santo. Algumas comunidades usavam os evangelhos de Marcos e de Mateus não tiveram problemas em aceitar que Jesus fora batizado por João (Mt. 3:13; Mc.1:9 e10), as comunidades que usavam Lucas parecem terem sido bastante incomodadas com tal perspectiva. Isto acontecia devido ainda não haver exemplares completos contendo toda a Bíblia.
O estudo do cristianismo antigo também nos ajuda a entender a ceia do Senhor. Os relatos dos evangelhos deixam claros que o que veio a ser chamado de ceia do Senhor era uma refeição completa (Lc. 22;7). Os primeiros cristãos em Jerusalém tinham refeições comunais todos os dias. (At. 2:46) e as comunidades fora da palestina seguiram, até certo tempo esta prática. Esta clara que em Corinto havia uma refeição "ágape", a ceia do Senhor comunitária, que era a semelhança da primeira. Composta apenas de pão e vinho; em (I Co. 11:2022), o apostolo começa a ciar a doutrina da ceia com pão e vinho.
No aspecto doutrinário, tanto a cristolologia quanto a pneumatologia, entre outros temas, levaram séculos para se sedimentaram e apresentarem as feições de hoje. O novo testamento deve seu cânone definido me 367 por Atanasio, em 367. Mais de 300 anos após os primeiros livros serem escritos. Havia na época um grupo chamado Ariano que negava a divindade de Jesus e se considerava Cristã, hoje também existem grupos similares, como os: testemunhas de Jeová e os Católicos.
A divindade do Espirito Santo exigiu mais tempo para ser reconhecida a divindade do Espirito Santo, ficou provado de faro no concilio de Constantinopla, em 381, que os esforços de Basilio de Cessareis e Gregório Nazianzeno, tiveram êxito.
Como vivemos em um século que a humanidade conheceu dois conflitos mundiais e tem continuamente diante de si a possibilidade de uma destruição total uma questão lógica nos acomete o Cristão deve ser pacifista? Jesus seguindo o decálogo de Moisés foi bem claro: Não matarás (Ex. 20:13). Entretanto, de acordo com Samuel, o relutante organizador da monarquia israelita, Deus ordenou a morte de Agague, rei dos amalaquitas (I Sm. 15:3). Saul perdeu o reino porque não Agague e o próprio Samuel assassinou o amalaquita. A Bíblia também relata que Deus ordenou a destruição de todo um povo (cerca de 70.000), II. Sm. 24:15). Será que estas passagens isoladas são a autorização e justificativa em nome de Deus, como aconteceu na Santa Inquisição? É de suma importância para instalarmos a pena de morte em alguns países?
É de suma importância estudarmos a Bíblia e a história da Igreja Cristã, e não esquecermos nunca que o povo de Deus agora, segue os mandamentos de Jesus, e que a nossa guerra é espiritual como nos lembra o Apostolo Paulo.
Portanto, o estudo do cristianismo primitivo é fundamental para entendermos como surgiram determinadas práticas e doutrinas que norteiam nossa vida Cristã.
A igreja Estado
A perseguição generalizada aos primeiros cristãos era freqüente, no mínimo a partir do reinado Nero, na metade do século primeiro. O esforço de erradicar do mundo romano os cristãos ocorreu no reinado de Decleciano, em 303. Fracassou, e com o edito de Milão, em 313, o cristianismo tornou-se uma religião oficial do Império Romano, assim estava decretada que a única religião dos Romanos seria o cristianismo.
Esta posição criou uma necessidade de ser mais trabalhada e detalhada uma definição do papel da igreja para o estado, que foi desenvolvido lentamente. O imperador Constantino I, se tornou um líder religioso (pontitifex maximus), e assumindo o direto de intervir nos negócios da igreja.
A igreja agora como parte integrante do Império Romano, se tornou um braço que seria usado para a repressão dos opositores e mais uma arma para ajudar na sede de expansão territorial e de poder que dominava os lideres Romanos.
Neste momento entra também em cena o batismo de crianças, a fim de criar um vinculo com os recém nascidos e a religião oficial.
Este tipo de comportamento gerou discórdias dentro da igreja e a seguir outros lideres vão tentar separar o papel da igreja do papel do estado.

A origem da Igreja Católica Apostólica Romana ou Igreja Universal (devido ao nome Católica).
Neste ambiente de brigas políticas é que surge uma igreja organizada e comprometida com lideres que são confessam a mesma fé. Fica fácil entender porque que a igreja mudou tanto os seus costumes mais remotos.
Concluímos que a Igreja Católica Apostólica Romana nasceu em berço genuinamente Cristão se desviando quando admitiram em seu governo pessoas que não haviam confessado a Cristo como seu Senhor e Salvador estas pessoas trouxeram para esta igreja os costumes e práticas pagãs. Hoje nos vemos uma igreja chamada apostólica só de nome porque não obedece a doutrina básica dos apóstolos, seguem a teoria de homens e se afastaram da vontade soberana de Deus.
A seqüência destes fatos Deus mais uma vez move seu braço e surge vários movimentos buscando a reforma da igreja Cristã hoje chamada Protestante ou Evangélica por basearem as suas doutrinas nos evangelhos de Jesus.
Vários foram os grupos nascidos nesta época, podemos citar alguns: os Anabatistas, Presbiterianos, os Luteranos, os Wesleianos, os Congregacionais é interessante firmar que todas essas igrejas ou movimentos eram altamente conservadores e espirituais.
Estes fatos são de grande valia para a nossa fé Cristã, e a nossa pesquisa é pequena, nós reconhecemos, mas esperamos despertar nos amados cada vez mais interesse para aprendermos deste Deus maravilhoso e seu amado filho Jesus.
Todos estes acontecimentos foram previstos por Deus.

Amado este estudo tem vários objetivos um deles é para que nós possamos entender mais, o amor de Deus a raça humana, que apesar de todos os nossos erros e falhas o Senhor tem cuidado de nós, e todo aquele que confessa que Jesus é o Único Senhor e Salvador, esta garantido uma casa no céu. Isto é apenas um começo.
Que Deus te abençoe.

Nova TV ADORAÇÃO

CONGRESSO DA JUVENTUDE

CONGRESSO DA JUVENTUDE

Saudação

Sejam bem vindos ao nosso ponto de encontro.

Nestes dias temos lido e ouvido muitas versões ou entendimentos das verdades biblicas, mas há que se dizer que sempre houve e haverá opiniões diferentes devido a vários fatores que permeiam a nossa vida cotidiana.

A nossa intenção aqui, é apenas expressar o nosso endendimento pensando estar de alguma forma contribuindo na construção do pensamento teológico cristão brasileiro atual.


Nosso e-mail: igrejaprimitivamaceio@yahoo.com.br

Seminário Teológico El Elyon

As inscrições para o STEE já estão abertas.
Faça logo a sua matricula!!
Onde se inscrever:
R. Demetrio de Freitas, 98 - Maceó - IPS - Cep: 24.310-100
Por e-mail:
moabibrito@yahoo.com.br
prmoabilins@hotmail.com





Como os outros te vêem

Resultado: 39 pontos

Os outros te vêem como alguém sensível, cauteloso, prático e cuidadoso. Te vêem como inteligente, talentoso, mas modesto. Não uma pessoa que faz amigos muito rápido e fácil, mas alguém extremamente leal aos amigos que você faz e que espera a mesma lealdade deles. Aqueles que realmente te conhecem percebem que é difícil abalar sua confiança em amigos, mas também leva um bom tempo para recuperá-la se esta confiança se acaba.

Teste de Personalidade

Oferecimento: InterNey.Net

Livros Recomendados

Como Deus Cura a Dor. Mark W. Backer - Ed. Sextante. 2008.
Respostas Evangélicas à Religiosidade Brasileira. Ed. Vida Nova. 2004.
Sabedoria Pastoral. David W. Wong. Ed. Descoberta. 1999
Guia Básico para a Interpretação da Bíblia. Robert H. Stein - Casa Publicadora das Assembleias de Deus. 1935
A Igreja no Império Romano. Martin N. Dreher. Ed. Sinodal. São Leopoldo, RS. 1993.
Vozes do Cristianismo Primitivo. E.Glenn Hinson & Paulo Siepierski. Ed. Temática Publicações, SP.
Sem Medo de Viver. Max Lucado. Ed. Thomas Nelson Brasil. RJ.2009.
A Palavra de Deus e A palavra do homem. Karl Barth. Ed. Novo Século. São Paulo. 2004.
A(s) Ciência(S) da Religião no Brasil. Faustino Teixeira. Ed. Paulinas. São Paulo. 2001.
Plano Mestre de Evangelismo. Robert Coleman. Ed. Mundo Cristão. São Paulo. 2006.
Direito & Psicanálise. Chaia Ramos. Ed. Atos & Fatos. Rio de Janeiro. 2001.
De Pastor para Pastores. Um testemunho pessoal. Irland Pereira Azevedo - Rio de Janeiro -Ed. JUERP. 2001


Postagens populares

Meu saudoso pai

Meu saudoso pai
Fundador da IPS

Escrita na parede

O destino da humanidade

A Previsão do Tempo

Blog Amigo

MOMENTO DA PALAVRA

MOMENTO DA PALAVRA

Teste os Seus Conhecimentos Biblicos

Resultado: 9 pontos

Parabéns! Você possui um bom conhecimento da Bíblia, pode se considerar um 'expert' em textos sagrados.

Teste Seus Conhecimentos Bíblicos.

Oferecimento: InterNey.Net

Adicione este site aos seus favoritos

Obrigado pela sua visita desde 2007